Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Máquinas > Fragmentadora de papel

Fragmentadora de papel

Categoria: Máquinas
Visitas: 8
Fragmentadora de papel

As fragmentadoras de papel são ideais para ter num escritório particular ou de empresa e em todos os serviços que necessitem de fragmentar papel. Os seus préstimos são inúmeros o que faz com que muita gente compre este aparelho para seu trabalho particular ou de geral.

A sua utilidade reveste-se cada vez mais de grande importância porque permite cruzar informações de documentos falsos, de tipo fraude.

Há uma grande variedade de modelos e preços diferentes que permite a escolha da fragmentadora ideal para o uso que se lhe quer atribuir.

Para escritório de casa deve optar-se por um aparelho de pequeno mas seguro e com um design atractivo. Se não houver necessidade de fragmentar grande quantidade de papel, pode usar-se este também no departamento comercial ou outro.

Há fragmentadoras mais potentes que se enquadram nas necessidades de serviços que precisem de muito papel fragmentado, e que seja destruído rápido. Aplica-se nas empresas com grande volume de documentos financeiros e que tenham que ser destruídos no próprio local.

Deste modo a escolha do melhor equipamento tem a ver com o tipo de documentos que se quer fragmentar bem como a voltagem do local onde esta se vai instalar. Deve ainda atender-se ao tipo e corte de papel e à confidencialidade dos documentos, por exemplo cartões de crédito, cheques, registos médicos, relatórios, ou extractos bancários. Para estes exige-se muita confidencialidade porque de contrário pode acarretar grandes problemas para os serviços.

Há modelos que suportam um maior número de papel, como por exemplo o equipamento que tem corte em partículas, dado que em fragmentos a lixeira suporta mais papel. Estes são considerados mais seguros, porque permitem uma maior dificuldade na montagem do papel fragmentado nele.

Existe um padrão internacional que é o DIN 32757 que permite determinar os tempos máximos das partículas ou tiras, e são classificadas em níveis (desde a largura máxima da tira ao tamanho máximo de fragmento).

Há também a opção de equipamento de corte em tiras que são avaliados pela largura do corte que permite efectuar, sendo o tamanho do corte a medida de largura de cada tira e o comprimento o tamanho do papel. Estes são ideais para folhas A4.

Quanto à velocidade de fragmentação, depende do número máximo de folhas que tira por vez.

Não se deve fazer mau uso deste equipamento como por exemplo inserir folhas a mais do que a capacidade permite, inserir folhas com clipe, fora do alinhamento e outras.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Fragmentadora de papel

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 8

811 

Imagem por: tamakisono

Comentários - Fragmentadora de papel

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: tamakisono

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios