Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Tímpano perfurado

Tímpano perfurado

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
Tímpano perfurado

Na hora de fazer a higiene pessoal, tal como o banho diário, é importante ter cuidado com os ouvidos para a água não entrar neles.
Com efeito a água do banho pode penetrar neles, se não se respeitarem certos hábitos.

Para o evitar convêm colocar-se um pouco de algodão ou tampões pois a água que escorre de cima da cabeça pode penetrar e dar origem a problemas.

O tímpano é uma membrana muito fina e transparente e tem a forma de um círculo. Mas se não for resguardada ela pode perfurar, apenas fazendo pressão contra a mesma, ou com os jatos de água ou ar para dentro do canal do ouvido.

As infeções ou as otites agudas podem também perfurar a membrana do tímpano, se não forem tratadas. O mesmo pode acontecer com certos traumas ou choques ou ainda infeções purulentas.

Os ouvidos podem ser observados pelo médico, mediante um aparelho que dirige um feiche de luz sobre a superfície da membrana. Esta tem uma cor acizentada ou branca, que é visível sob o efeito da luz. Com efeito, só através do otoscópio ou microscópio é possível observar o interior do ouvido. O grau de perda de audição tem que ser avaliado pela audiometria e pode ser feito perfeitamente num rastreio.

A membrana do tímpano tem a função de vibrar mediante estímulos sonoros, transmitindo-se essas vibrações pelo ouvido médio.

Quando se verifica uma perfuração na membrana do tímpano, pode ser tratada com a cirurgia reconstrutiva do tímpano, se for uma grande perfuração. Mas se for pequena pode perfeitamente fechar em apenas poucas semanas.

Posto isto, deve proteger-se sempre os ouvidos, para evitar entradas de água ou ar, não permanecer muito tempo em locais com sons altos ou estridentes e limpá-los com cotonetes diáriamente.
Como os ouvidos são um órgão muito sensível, é necessário tratá-los com delicadeza, em especial os das crianças.

Quando está demasiado frio ou vento, devem tapar-se com um gorro ou chapéu, para não serem afetados pelos mesmos. É óbvio que o vento pode penetrar nos ouvidos e causar problemas ou infeções.

As otites são muito frequentes nas crianças, por isso convêm fazer-se consultas regulares para os observar.

No caso dos adultos, os cuidados devem ser os mesmos, bem como fazer um rastreio de vez em quando.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Tímpano perfurado

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 2

789 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarlos

    28-06-2012 às 10:29:28

    à que cuidar bem dos seus tímpanos, eu já rompi o meu e sei bem a falta que me fez... Para além das dores a quando o rompi..

    ¬ Responder

Comentários - Tímpano perfurado

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios