Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Flash Read > Viajar É Deixar-Se...Ir

Viajar É Deixar-Se...Ir

Categoria: Flash Read

Não há uma pessoa que não goste de viajar. Todos nós amamos e fazemos destes momentos, eternas lembranças. Muitas pessoas viajam para desestressar do dia a dia do trabalho e aproveitam este período para relaxar com sua família ou amigos. Outras pessoas, viajam porque não conseguem ficar parados num lugar, e então aproveitam cada feriado ou fim de semana para pegar a estrada ou realizar uma viagem rápida.

Tantas e tantas pessoas possuem motivações diferentes, mas algo muito em comum é que todas elas querem sempre se deixar ir. E viajar é justamente isso: deixar-se ir para um lugar que não é o seu habitual espaço e procuram descobrir outras paisagens e desfrutar de momentos inesquecíveis e de algumas novidades.

Esse post é para nós refletirmos o quanto é importante para o ser humano sair do seu convívio habitual e conhecer outros ambientes, além de desfrutar de outros ares e permitir também que seu interior seja transformado e moldado para que quando retornar possa surgir uma pessoa melhor em atitudes e com um coração mais aberto.

De fato! É isso mesmo que acontece quando viajamos: não somos as mesmas pessoas. Você pode reparar até nas pessoas próximas, elas ficam mais leves, mais agradáveis, mais contagiantes após um período de viagem. É fundamental em nossas vidas!

Kizua Urias

Título: Viajar É Deixar-Se...Ir

Autor: Kizua Urias (todos os textos)

Visitas: 0

447 

Comentários - Viajar É Deixar-Se...Ir

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios