Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Máquina Fotográfica

Máquina Fotográfica

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Máquina Fotográfica

Quem é que não gosta de relembrar os tempos de criança, os bons momentos, a família ou os acontecimentos importantes do dia-a-dia?.

Ou ainda recordar os passeios, viagens, paisagens e todos os vislumbres por onde se passa?

Nada mais belo do que por exemplo apreciar o pôr do sol à beira-mar, os barcos a navegar, o arco-íris ou as ondas do mar.

Tudo isto faz parte de um sonho que se pode transformar em realidade.Basta para isso ter sempre ao dispor uma máquina fotográfica, câmara de vídeo ou um bom telemóvel. O ideal é que não seja grande ou demasiado pesado para ser mais facilmente manuseada.
Nos tempos modernos a máquina fotográfica torna-se já um aparelho praticamente indispensável tal como o telemóvel.

Não é por acaso que existem pessoas que investem muito do seu tempo a fotografar algo ou coisas que gostam.




Na realidade a fotografia é uma arte que actualmente está muito em voga, não só pela beleza das fotos que se podem criar, mas também por ser uma fonte de rendimento para quem se esmera nesse tipo de arte.

Há quem opte por tirar fotos relacionados a um tema ou vários, dependendo dos gostos pessoais.

Destaca-se por exemplo as fotos a rostos, sorrisos, paisagens exuberantes, crianças ou simplesmente às mais simples coisas do quotidiano.
É evidente que os verdadeiros amantes da arte fotográfica, não se limitam apenas a tirar fotos no seu ambiente familiar ou social, mas investem por exemplo em viagens por países e ambientes de acordo com seus gostos.Este facto enriquece muito as diferentes temáticas de uma arte em franco crescimento.

Com equipamento cada vez mais sofisticado, leve e económico, bem como preços reduzidos de revelação das fotos há muita gente que se dedica a tirar fotos, como Hobbes ou profissão.A vantagem para quem se dedica com "alma " ao mundo da fotografia digital ou outra, é de que não necessita ter um um espaço próprio aberto para desenvolver a arte.

Com as facilidades da Internet, pode desenvolver-se um negócio relacionado com fotos, vendendo-as em blogues especiais, em empresas ou sites.
Há quem prefira ir ao domicílio tirar fotos de família, aniversários, festas ou ou festividades religiosas.

O importante é que se aprendam as várias técnicas para tirar óptimas fotografias.
Existem no mercado boas revistas e cursos digitais que ensinam a arte da fotografia sem haver necessidade de tirar cursos longos de Design.

Há quem opte ainda por fazer álbuns de fotos diversas ou exposições, tal como as de pintura.

A exposição de fotos em galerias, restaurantes ou centros comerciais está cada vez mais a expandir-se por ser um meio de divulgar ou criar nome.
Mas o mesmo mais importante é adquirir uma bonita máquina fotográfica e tratá-la com carinho.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Máquina Fotográfica

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

632 

Comentários - Máquina Fotográfica

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios