Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Kizomba uma dança africana

Kizomba uma dança africana

Categoria: Arte
Visitas: 12
Comentários: 3
Kizomba uma dança africana

A Kizomba é uma das danças africanas mais conhecidas, sendo dançada um pouco por todo o globo.

Na verdadeira asserção da palavra, Kizomba significa festa ou congregação, especificamente do povo negro que resistia à escravidão por parte do colonizador branco português.

Era um chamado para a luta por liberdade e por justiça. Para além disso, é também o nome de um instrumento musical.

Nascida em Angola, na década de 80, pelas mãos de uma banda (os Fachos), pertencente à então força armada popular de libertação de angola (FAPLA), tem influências musicais dos Zouks (mercados).

As Kizombas são, maioritariamente, marcadas por uma batida forte, dada por um tambor grave, acompanhadas por uma melodia oriunda de um chimbal.

Na introdução, é usual que a batida forte seja omitida, restando apenas a melodia dada pelo chimbal e/ou outros instrumentos.

Existem três estilos para dançar Kimzomba – Passada, Tarraxinha e Quadrinha.

Mas esta é a história que fica nos livros. Poucos serão os que a sabem ou realmente se interessam por sabê-la.

Muitos são os que a dançam, uns melhor outros pior, mas todos divertidos e encantados. Dizem que “é um vício”. Ideal seria que todos os vícios fossem tão saudáveis!


Rua Direita

Título: Kizomba uma dança africana

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 12

776 

Imagem por: craigCloutier

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-06-2014 às 02:24:02

    Deve ser uma dança bem animada, assim como eles são. A Kizomba, sendo uma dança africana, traz alegria ao povo que mais sofre com a fome e falta de recursos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • O batalhador

    08-02-2013 às 23:50:50

    Gostaria de ouvir musicas deste agrupamento k marcou a minha juventude.Lembro me tbm da banda 22 de julho da marinha de guerra de angola.Quem tiver gravaçoes de musicas de 80 est disposto a comprar.obgd

    ¬ Responder
  • francinyfranciny

    26-10-2010 às 18:32:17

    nossa essa historia é muito
    interasante da mais curiosidade
    para quem esta lendo

    ¬ Responder

Comentários - Kizomba uma dança africana

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: craigCloutier

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios