Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > Vida de adaptações

Vida de adaptações

Categoria: Evangélicas
Vida de adaptações

"Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam,[a] dos que foram chamados de acordo com o seu propósito"
- Romanos 8:28

Tenho a vida como algo de verdadeiras adaptações. Isso não é sempre fácil de aceitar, mas é um aprendizado fulcral. Aprendemos que tudo ao nosso redor não gira em torno de nós. Um dia estamos bem, com dinheiro no bolso, comendo em restaurantes caros; outro dia, não temos nem para tomar um café preto!

Assim, a vida de adaptações deve ser levada com um coração aberto. Não devemos permitir nos angustiar, magoar-se com a vida, e sim viver esses momentos, pois sempre há algo a aprender com eles. Deus trabalha no nosso interior em meio a essas adaptações diárias e necessárias!

A tendência é nos aborrecermos por não ser do jeito que planejamos, idealizamos. Mas fique tranquilo! Isso não é para sempre e é o que nos consola constantemente. O melhor é que adquirimos experiências únicas quando nos deixamos levar de maneira leve, alegre e com tranquilidade.

Tive e tenho que me adaptar a diversas situações em que Deus tem permitido eu passar. No início, é difícil aceitar, mas depois paramos para refletir e orar, vemos quão bom isso ajudou em nosso crescer diário como pessoas de alto valor! Deus sempre se preocupa em melhorar nosso interior para que o Seu poder seja visto e refletido. Isso é fantástico!!!

Porém, nem sempre as pessoas sabem tirar uma lição positiva. Muitas delas acabam por ficarem rancorosas, melancólicas, rabugentas com as dores (batalhas, adaptações) que a vida proporciona. Elas não entendem que isso faz parte de uma dádiva do sofrimento. Há mais aprendizado nas lutas, sofrimentos que nas alegrias, festas e comemorações. Um coração sábio pertence ao que sabe arrancar da vida preciosas lições de dor e também de alegria.

O ouro para ser o que é passa por muitas lapidações para ter um brilho maior. E assim somos nós nas lapidações de Deus. Vamos brilhar mais quando nos deixamos ser moldados por quem nos conhece melhor que nós mesmos e qualquer pessoa neste mundo! Deixe-se ser lapidada com a vida cheia de adaptações!

Da próxima vez em que você tenha que se adaptar em alguma situação, ambiente, trabalho, estudo, lugar, enfim, qualquer coisa, aprenda com isso e mantenha seu coração aberto e feliz em meio a tudo que possa ocorrer! Certamente, seu brilho será numa distância maior e seu caráter será transformado naquilo que Deus quer para você!


Adriana Santos

Título: Vida de adaptações

Autor: Adriana Santos (todos os textos)

Visitas: 0

66 

Comentários - Vida de adaptações

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pêssegos com Iogurte e natas

Ler próximo texto...

Tema: Receitas
Pêssegos com Iogurte e natas\"Rua
PÊSSEGOS COM IOGURTE E NATAS

Esta sobremesa, para mim, é saborosa tanto no verão como no inverno, naqueles dias soalheiros em que apetece dar umas braçadas no Tejo. É tão simples fazê-la, e podemos sempre alterar conforme o nosso paladar. Também já fiz com morangos e é muito boa, não temos a calda dos pêssegos mas não é por isso que não fica gostosa, como os morangos vão deitando liquido a bolacha vai ficando húmida com o seu sabor.

Ingredientes:
1 lata de pêssego em calda
1 pacote de bolacha Maria
2 iogurtes de pêssego
2 pacote de natas
açúcar amarelo
canela em pó


Preparação:

Depois de abrir a lata de pêssegos, cortar um a um aos bocados bem pequenos, reservar. Deitar a calda dos pêssegos para uma tigela, ou mesmo um prato de sopa, e com muito jeito molhar as bolachas na calda, colocar numa taça um pouco funda. Colocar os pêssegos por cima das bolachas.

Abrir os pacotes de natas próprias para bater, despejando para uma taça apropriada para bater natas, para que os salpicos não nos sujem, juntar o açúcar, o tempo necessário para ficar chantilly. Juntar os iogurtes e envolver mais um pouco as natas com os iogurtes. Em seguida verter o creme das natas e dos iogurtes em cima dos pêssegos. Cobrir com canela em pó. Levar ao frigorífico.

Para quem não gostar de canela pode polvilhar com cacau em pó, e assim fica menos doce, ou até mesmo esfarelar as bolachas e polvilhar o doce com elas.

Se quiser enriquecer o doce que tal amêndoa torra e moída?

Quando fazemos este tipo de doces, em que é necessário natas para bater, nunca, mas nunca se esqueça de as comprar para esse mesmo fim, porque acontece-lhe o que já me aconteceu, comprar “n” de pacotes e as natas não cresceram, não viraram chantilly e fiquei muito frustrada.

Outra sugestão será utilizar taças individuais e enfeitá-las, por exemplo, com folhas de hortelã por cima e 2 ou 3 bocados pequenos de pêssego por cima da camada de chantilly com iogurte, ou então coloque uma bolacha de chocolate pressionando-a até meio no doce, ou outro tipo de bolacha que goste mais.

Pesquisar mais textos:

Maria Isabel

Título:Pêssegos com Iogurte e natas

Autor:Maria Isabel(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios