Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > O que Pode Aprender com os Estágios

O que Pode Aprender com os Estágios

Categoria: Empresariais
Visitas: 18
Comentários: 1
O que Pode Aprender com os Estágios

Passou no seu curso? Terminou a sua licenciatura? Então está na hora de estagiar numa empresa cujo ramo se inclui na área do curso que tirou.

Fez toda a parte teórica com uma boa classificação e até se distinguiu em algumas áreas, mas o melhor é tentar perceber como se coloca toda a teoria na parte prática da sua vida profissional que se avizinha mesmo ao virar da esquina.

Em alguns cursos e licenciaturas, o período de estágio é obrigatório, implementando-se um determinado período de tempo para que obtenha a sua carteira profissional ou poder finalmente inscrever-se na Ordem do curso que tirou.

Mas enquanto uns julgam a palavra estagio como uma forma de se sentir inútil e escravizado, a realidade é que com pouca sorte, encontram-se empresas cujo trabalho dos estagiários é valorizado e útil.

O período de estágio é de aprendizagem e deve ser entendido como um prolongamento do curso que acabou de tirar. Vai aprender a lidar com cliente e a ver na realidade as necessidades destes, vai aprender a lidar com situações de stress e pressão e saber a melhor forma para lidar com todo o mundo empresarial e profissional. Pense acima de tudo que o período de estágio é a melhor forma de aprender a trabalhar, pois está a fazê-lo finalmente.

Considere todas as críticas (desde que construtivas, naturalmente) e apontamentos que lhe façam uma verdadeira forma de aprender e melhorar e se tiver que trabalhar até mais tarde para melhorar o seu percurso, faça-o sem julgar que está a ser explorado.

Um estágio deve ser composto por ensinamento / aprendizagem seguido de uma avaliação. Não se esqueça que essa avaliação poderá no futuro servir como carta de recomendação, pelo que se aconselha aplicação no seu desempenho.

Aprenda, espreite, pergunte, queira saber e mesmo que não esteja interessado em determinados aspectos que lhe queiram ensinar, não se esqueça que com as coisas chatas também se aprende.

Um estágio serve para ganhar experiencia e apostar na prática tudo aquilo que aprendeu em teoria.

Apesar de muitos cursos e licenciaturas não permitirem remunerações, senão é entendido como um trabalho e não um estágio, muitas empresas oferecem aos seus estagiários uma ajuda de custo para transporte e alimentação. Naturalmente que também existem alguns estágios que são remunerados, mas a realidade é que os valores são muto baixos na sua maioria.

Naturalmente que o bónus pode vir no final, quando o seu desempenho for perfeito e a empresa onde estagiou perceber que será uma mais valia considerá-lo para os quadros da empresa.


Carla Horta

Título: O que Pode Aprender com os Estágios

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 18

798 

Imagem por: laihiu

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    09-07-2014 às 19:40:53

    Já passei por um estágio e apos o término do período me contrataram. O momento do estágio é fundamental para ter experiência, dedicar-se e assim, conseguir ser contratada pela empresa. Que se aproveite ao máximo essa oportunidade!

    ¬ Responder

Comentários - O que Pode Aprender com os Estágios

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: laihiu

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios