Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Dark Moments

Dark Moments

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Literatura
Dark Moments

(...)

Mas lembro-me dos momentos em que estamos juntos
Como ela diz que gosta de meu cheiro
E de como dormir com minhas garras é satisfatório
Senti-la envolta em meus braços...
A cintura perfeita para meus dedos deslizarem
Queria entender o que ela me faz sentir
Como meu coração ainda dispara quando está por perto
Como suas mãos acariciando minha pele parecem nuvens a tocar-me
Tenho medo que ela acorde
E se dessa vez for realmente embora?
Quem sabe ela perceba que não sou tão bom quanto pensa
Queria conseguir dizer o que sinto
Mas não posso, não ainda
Estou nas sombras para que não veja minha face
Pensei que não conseguisse mais chorar
Meus olhos ardem e se molham
Não entendo como isso é possível
E se a tocasse? O que sentiria com minhas frias mãos?
Provavelmente não perceberá muita diferença
E se eu fugir? E se deixá-la aqui?
São velas, cruzes e armaduras
O nosso lugar...
Não quero que sofra
Sei o quanto é frágil e sensível
Permita-me cuidar de você
Mas como poderia se não quero me machucar também?
Como se tenho medo de contar o que sinto?
E se ela se for? E se não voltar dessa vez?
Agora ela levanta-se e caminha como um felino ao meu encontro
Não sei o que fazer
Qual a reação ideal?
Seus olhos me atraem e não me deixam pensar
Lembro-me de seus delicados dedos sob minha pele
Acariciando-me até dormir
Ouvindo criar melodias para embalar meu descanso
E não consigo apenas dizer o que sinto
Não tenho forças para controlar as sensações
Meu corpo reage contrário ao que desejo
Por um milésimo de segundo começo a recordar
Recordar de cada momento ao seu lado
Então como por instinto corro ao seu encontro
Aproximo-me de seu pescoço
E novamente aquele cheiro, o mais doce que já inalei
Entra por minha via respiratória e consome meu interior
Como se nada mais existisse penso em como senti saudades
Apenas pronuncio: “Enfim você acordou”
As duas esferas agora castanho-avermelhadas
Observam-me com a doçura de sempre
Um esboço de sorriso ergue as maçãs ainda rosadas
Sinto o corpo gelar e penso no motivo de não tê-la deixado
Por que não fugiu enquanto podia?
Bastava ir embora
Sei que sofreria, mas ainda assim
Pelo menos não teria se tornado isso
“Você não é ruim pra mim”
O som de sua voz atravessa meus tímpanos
Massageando minhas têmporas
E rapidamente estimulando sinapses nervosas intensas
Vejo como se tornou mais linda que antes
Toco a cintura com um pudor antes esquecido
Não sei como reagirá a minha presença
Creio que não saiba onde está ou quem sou
Talvez seja melhor assim
Afinal, não posso dizer o que sinto
Parece que presta atenção em outra coisa
E se quiser ir? Vá querida, não irei prendê-la
O medo é o coração do amor
Mas o que sinto ainda não posso dizer
Seus olhos permanecem fixos em mim
Agora vasculhando os meus
Como se procurassem a resposta
Tudo que quero no momento errado?
É estranho todo esse conflito
Não me lembro de passar por isso antes
Apenas preciso decidir
Só quero poder dizer o que sinto
Ela parece ouvir meus pensamentos
Mas permanece confusa como quando despertou
Seu cheiro embriaga-me
Seus olhos me seduzem
Sua voz me acalma
Tudo o que eu quero...
Suas mãos em minha face
Silenciosamente ergue-se
Como uma bailarina
Em seu longo vestido branco
Aproxima-se calmamente e diz:
“Não se preocupe, também estou com medo”
Encontro os doces lábios que tanto senti falta
E percebo que o momento...
Não poderia existir na eternidade um momento melhor!!!

Anne Teixeira

Título: Dark Moments

Autor: Anne Teixeira (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Comentários - Dark Moments

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Segurança
Raio Mata Três Pessoas No Brasil\"Rua
No dia 07 de novembro de 2014, três pessoas acabaram morrendo em decorrência de raios após as vítimas serem socorridas, mesmo depois de bastante tempo tentando reanimá-las.

Os três homens deram entrada no hospital com parada cardiorrespiratória e com muitas queimaduras. Esse incidente aconteceu na zona leste de São Paulo, as vitimas trabalhavam com ferro velho.

O Brasil é o país onde os raios estão mais presentes no mundo. São mais de 50 milhões de raios por ano. Esses raios atingem mais pessoas na zona rural, porém nas áreas urbanas ocorrem também só que com menos frequência.

Há pessoas que falam que raios não ocorrem duas vezes no mesmo lugar, mas isso é improvável, eles ocorrem sim! Tanto que nos últimos séculos, as tempestades aumentaram 90% por causa do aquecimento do planeta devido ao asfalto, que é uma das formas de poluição.

Alguns cuidados, nesses momentos, são importantes como: não ficar em área aberta, não usar o telefone e se vir uma tempestade, então permaneça no carro.

Os raios ocorrem no Brasil porque é um país tropical e de muito calor, por isso está em primeiro lugar em queda de raios. Nesse mesmo ano de 2014, um rapaz morreu usando o computador. Ele recebeu a eletricidade no momento em que o raio caiu na antena.

O estado de São Paulo lidera em quedas de raios. Um raio dura em média 1 segundo, e a queda de raios acontece por uma descarga elétrica que produz nuvens de chuva. Os relâmpagos ocorrem entre as nuvens e os raios pelo solo.

Algumas regiões tem tendência de cair mais raios, a descarga é visível a olho nu e é um fenômeno que produz um clarão. As mortes mais frequente são nas áreas urbanas, por isso não é seguro se proteger em baixo de árvores.

Pesquisar mais textos:

Gislene Santos Sousa

Título:Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Autor:Gislene Santos Sousa(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios