Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Revisitar Guernica, de Picasso

Revisitar Guernica, de Picasso

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 2
Comentários: 8
Revisitar Guernica, de Picasso

Apenas aquele amontoado de destroços. Uma vez aglutinada a perversão, partimos para o desejo de possessão, como se o demónio fosse a única possibilidade de o absorver. A mãe que grita ao Deus desaparecido, decerto não foi Ele que lhe levou o fruto do seu ventre assassinado, apenas um desejo de morte que o demónio medonho espalhou pelo seu corpo. Mas os gritos não param, os sopros de cinzas de tantos injustiçados acumulam-se na paisagem. Toma um tempo para respirar, elas são muitas e a luz não chega para todas. O mundo todo parou num assomo de malvadez e o animal relinchou das patas queimadas da terra escaldante. Certo é que para além dos gritos lancinantes, apenas a sintomática frieza humana. Depois de entranhar essas imundícies de gente simples, aos gritos imponentes do fundo de todos os infernos, deparam-se com as armas partidas, os sonhos destroçados e as migalhas mal distribuídas. Pai perdoa-lhes que a culpa é tua, porque os criaste assim? E lá fora, algures num recanto escondido do cérebro assustado de todos os medrosos, todos pensam que o pouco que fazem poderá salvar o mundo, mas estão redondamente enganados, para eles já não há mundo, não há sobrevivência possível. Resta a ave normal que trará restos de comida para a sua cria esfomeada. Nem o medo dos humanos a fará retroceder na forma natural das suas coisas. E os assassinos do touro, ao lado do Vega crucificado deitam fumo dos dedos dos pés, inchados de dor, castigados pelo Senhor, a nossa salvação. Enquanto isso alguns masturbam a consciência alheia, entre gritos e lixo nauseabundo. Se os quiserem encontrar terão de ver atrás das paredes, onde estão esse senhores, indignos da vida normal que impedem aos outros de ter. E se pensas que está tudo, podes descansar nas memórias da guerra infame, com uma bala no peito desguarnecido de vida. No final de tudo restarão os vampiros, que morderão as mães para lhes eternizar a dor e lá em cima da mesinha de cabeceira uma mão independente segurará a vela até esta se esgotar e as trevas se acabarem. Enquanto isso Picasso desbrava num quadro desejos de incomensurável vida!

António Borges

Título: Revisitar Guernica, de Picasso

Autor: António Borges (todos os textos)

Visitas: 2

639 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 8 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoLurdes

    20-09-2012 às 23:33:08

    Ok

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMEna

    20-09-2012 às 23:28:57

    Gostei, gostei, gosto.

    ¬ Responder
  • rita crespo

    20-09-2012 às 11:05:29

    Parabéns! Mais um texto fantástico! Como é que se vota?

    ¬ Responder
  • António BorgesAntónio Borges

    21-09-2012 às 23:13:41

    olá querida prima! votas comentando e usando o link para as redes sociais por exemplo! obrigado pela visita! beijinhos!

    ¬ Responder
  • Paulo Vajão

    19-09-2012 às 20:43:06

    Mais um excelente texto António, sigo as tuas pisadas, parabéns um forte Abraço

    ¬ Responder
  • Dolores Jardim

    19-09-2012 às 20:01:11

    Parabéns
    Desejo muito sucesso.
    Abraços.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMariana

    19-09-2012 às 19:39:24

    Olá António

    Gostei da forma como interpretou "Guernica" muito real e actual (infelzmente)!
    26-04-37 a data que, segundo consta ocorreram os bombardeamentos, deveria continuar presente na mente de muitos, para que tal nunca se repetisse e é certo tal não aconteceu. Assim se vê o quão actual e representativo é este painel de Picasso

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRua

    19-09-2012 às 18:36:18

    Ok

    ¬ Responder

Comentários - Revisitar Guernica, de Picasso

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios