Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Viagens
Comentários: 1
Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

Aventure-se de corpo e alma numa trilha ecológica.
Sempre próximos a nós há várias demandas de passeios neste estilo. Porém é importante observar que, ao realizarmos este percurso, estamos nos deparando com uma sala de aula viva, tendo a oportunidade de explorá-la ao máximo. O que garantirá, sem dúvida, momentos de entretenimento, mas, sobretudo, de aprendizagem e contato com a natureza que infelizmente não estamos mais tendo devido ao nosso meio de vida moderno.

Esta aventura não se limita a nenhuma faixa etária exclusiva. Há opções de passeios ecológicos para crianças, para aventureiros mais radicais ou para a terceira idade. O importante é sair da comodidade e partir para uma interação com o meio ambiente. Existem trilhas que passam por chapadas, outras por cachoeiras, outras simplesmente por passeios nas matas, sempre valorizando o relevo e a hidrografia do local. As paisagens são sempre indescritíveis, o ar puro e a integração social e ambiental intensas.

Alguns aventureiros usam as trilhas para praticar esportes radicais como rappel, mountain bike, escalada entre outros. Para estes, muitos atletas, as trilhas são ainda mais prazerosas, pois estes esportes estão diretamente ligados à natureza, apesar de estarem sendo adaptados à vida moderna, em clubes ou estádios. Vemos paredões de escalada, pistas de ciclismo, mas nada se compara à prática no ambiente natural.

É importante lembrar que não é aconselhável se aventurar numa trilha sozinho ou sem a companhia de um guia com vasto conhecimento do local pelo qual se vai passar. Dependendo do lugar, as mudanças climáticas afetam o curso da caminhada, tendo que os aventureiros utilizarem caminhos alternativos. Para um passeio tranquilo, além do guia também são necessários alguns instrumentos básicos para o bem estar nesta caminhada. Garrafa de água é imprescindível, alimentação leve, vestimentas confortáveis e claras, roupas de banho e toalha, bonés ou chapéus, pouco peso na mochila, sacos de lixo, celular, canivete, fósforo ou isqueiro, botas ou tênis, kit de primeiros socorros, repelente e protetor solar. Tomar estes cuidados garante uma aventura calma e saudável, evitando maiores incômodos, arrependimentos ou falsas impressões do local.

Além das paisagens belas que normalmente se avista nestas caminhadas, o equilíbrio da natureza e a sua complexidade garantem momentos de apreciação e meditação intensos. A dica é também não só se fixar nas sensações corporais, mas entrar em contato também com a alma. Após o retorno da trilha, a pessoa que consegue perceber e apreciar com sensibilidade os momentos vividos, volta mais equilibrada, serena e pensando na próxima trilha que fará.

O espírito de coletividade também impera nestes passeios. Os aventureiros se conhecem no momento da caminhada e vivem situações de ajuda ao outro, de solidariedade e de companheirismo. Além de terem o privilégio de experimentar  aprendizado sobre os recursos ambientais e refletir acerca da importância atual de conscientização para a preservação ambiental.

A trilha ecológica é um passeio a ser realizado em família, projetado como meio de inter-relação pessoal e com o meio ambiente.


Rosana Fernandes

Título: Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

674 

Imagem por: Tony Crider

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    14-06-2014 às 06:43:09

    A trilha ecológica é um passeio que em exploramos toda a natureza e sua linda riqueza. O melhor é ir com os amigos. Realmente, é mais do que entretenimento, saímos dali, cheias de conhecimentos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Trilhas ecológicas: mais do que apenas entretenimento

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Tony Crider

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios