Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Salinas de Portugal

Salinas de Portugal

Categoria: Viagens
Visitas: 82
Comentários: 2
Salinas de Portugal

Existe uma serie de salinas em Portugal que produzem sal. O nosso país sempre foi um bom produtor deste tempero, chegando a exportar. No entanto, nos dias de hoje devido a condição socio-economia que o país atravessa, encontra-se estagnada.

O sal é um tempero que usamos regularmente em diversas refeições e doces. No entanto aconselha-se o reduzido consumo, devido a causar tensão alta e outros problemas.
As salinas estão espalhadas ao longo do território nacional, como as famosas salinas de Rio Maior, as salinas de Alcochete, da Figueira da Foz, do Tejo, de Aveiro, Sado e muitas mais.

Prevê-se que o aparecimento pela primeira vez de salinas em Portugal tenha sido no ano 959, em Aveiro, mantendo-se até aos dias de hoje. Poderá se observar os mantos cristalinos de sal marinho e os marnotos a juntar o sal com a rigorosa calma e com aquelas pás de madeira nos meses de julho, agosto e setembro.

As salinas de Rio Maior são das mais antigas e bonitas de se ver. Foram datadas num painel de madeira e gravado com a data de 1177. Nos dias que decorrem não existe mar nenhum em Rio Maior, sendo o mais próximo a trinta quilómetros, levando muitas pessoas a interrogar-se de como apareceu o sal nessa cidade. Pois é, Rio Maior é a única cidade em Portugal que tem salinas no seu interior e que produzem mesmo sem mar perto, considerada como Património Nacional.

Na verdade, noutros tempos realmente passava o mar, onde hoje são salinas. Existe ainda um poço perto das salinas, com nove metros de profundidade que liga á corrente de água doce, tornando-se logo salgada. Segundo os exames feitos a esta água, foi determinado que se tratava de sal puro, com noventa e oito por cento de cloreto de sódio, ou seja, chega a ser seis vezes mais salgada que o mar. Estima-se que a água do poço se tenha formado a cerca de milhões de anos.

Observando as salinas de Rio Maior e as salinas de Aveiro, pode parecer rigorosamente iguais, mas o sabor numa boa refeição no ato de temperar, consegue degustar a diferença entre o sal marinho e o sal de cloreto de sódio. Apesar de ambos serem sal, de aspeto semelhante e servir para temperar, o sal marinho torna-se muito saboroso.


Sandra Mendes

Título: Salinas de Portugal

Autor: Sandra Mendes (todos os textos)

Visitas: 82

682 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 17:30:21

    A Rua Direita incentiva a todos a desfrutarem desse lugar. É encantador!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 22:08:14

    engraçado o seu texto, pois a casa dos meus pais fica alguns metros das salinas de Rio Maior. são magníficas. também já tive perto das salina de Aveiro, e também gostei. contudo, tenho uma ligação mais sentimental com as salinas de Rio Maior. um tio meu têm lá um talha e de imenso jeito para a família. é uma zona muito bonita com a serra de aire e candeeiros ao lado.

    ¬ Responder

Comentários - Salinas de Portugal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios