Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Serviços > Saiba servir... e sorrir!

Saiba servir... e sorrir!

Categoria: Serviços
Visitas: 6
Comentários: 6
Saiba servir... e sorrir!

Quando se fala de serviços, vem imediatamente à mente aquela expressão mal disposta e carrancuda de inúmeros funcionários de repartições públicas, atrás de um balcão, que não esconde, contudo, a total ausência de educação e de delicadeza no atendimento às pessoas que dele se abeiram. Já para não falar da falta de rapidez e eficiência nos obséquios prestados.
Parece mesmo que estão a fazer um favor de muito má vontade…

Raramente se pode aferir acerca da brancura, ou não, das respectivas dentuças: não mostram os dentes a ninguém. O que aparece, frequentemente, são as “garras”, que apontam na direcção de algum colega mais incauto, geralmente com a conivência e a complacência de outro. Entretanto, o utente espera pacientemente que termine a sessão de má-língua para ser atendido.
Sobretudo em indivíduos de idade mais avançada, as varizes e os problemas nas articulações não se compadecem com tamanhas demoras e as dores incomodam. Do outro lado, as “caras de pau” permanecem impávidas e serenas. Isto daria mote para se afixar na porta de entrada ou na parede um cartaz semelhante ao que, numa vila do interior, o presidente da Câmara Municipal, irritado com a gente que vinha das aldeias e amarrava os burros em frente aos Paços do Concelho, mandou pregar: «A partir de hoje, é expressamente proibido prender os burros aqui fora, para não atrapalhar os que estão lá dentro!»

Hoje em dia, com a introdução do livro de reclamações e da avaliação do desempenho na função pública, e das correspondentes consequências, talvez se pense duas vezes antes de dar uma má resposta ou de recusar um sorriso de simpatia. E, provavelmente, ter-se-á maior atenção ao rigor e à uniformidade das informações que se dão e a toda uma série de certificações indispensáveis a um trabalho sério. No âmbito da medicina, certos erros e negligências podem ser irreversíveis ou mesmo fatais.
Acontece, por exemplo, quando não se verifica a devida comprovação, a amputação de membros sãos, ao invés dos gangrenados e destruídos, ou a declaração de um óbito que, afinal, está vivo! Acordar na fria pedra da morgue é que deve ser um susto de morte…!

As auditorias e as investigações imparciais e isentas são meios eficazes de combate ao desleixo e à fraca produtividade. Evitam ou, pelo menos, dificultam, entre muitas outras coisas, a execução prática da máxima: «Entrar tarde e cedo sair dá mais tempo para divertir.» E, já agora, porque não implementar a obrigatoriedade de cumprir o que dizem os avisos em todos os espaços dotados de sistema de videovigilância: «Sorria! Está a ser filmado»?...

Maria Bijóias

Título: Saiba servir... e sorrir!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

646 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    26-08-2014 às 00:38:14

    Realmente, concordo com você! As repartições públicas possuem pessoas que não sabem trabalhar com boa vontade, nos atendem como se fosse uma obrigação. É triste receber um mau atendimento, mas elas pó podem mudar, com certeza, o sorriso é uma das melhores ferramentas para atrair pessoas e ainda ter um dia mais proveitoso!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 23:41:28

    O sorriso abre portas e as escancaram! Todo mundo gosta de ser bem atendido, quando damos atenção e sorrisos, as pessoas logo vão sorrir de volta e isso é um dos aspectos mais importantes ao servir. Valorizo muito o sorrir,pois ele é sempre vantajoso!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoGuida

    19-04-2014 às 11:45:40

    Aprendi muito a ter uma nova perspetiva sobre o tema, tanto pelo texto escrito mas ainda mais pelos comentários - Saiba servir ...e sorrir!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    13-09-2012 às 15:48:19

    Concordo em absoluto com a sua análise. Na realidade sempre foi um mistério para mim o facto de a grande maioria das pessoas que prestam serviços públicos ser antipática. Sabendo que um sorriso muda a disposição de qualquer pessoa para melhor, acho que deveriam esforçar-se mais no sentido de melhorarem nesse sentido. Tendo perceber as razões, talvez o trabalho que estão a exercer seja maçador, talvez estejam presos a um cargo que não os estimula…

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria Pinto

    24-04-2009 às 15:36:04

    Concordo plenamente; um sorriso muda tudo. O facto de as pessoas estarem muito tempo em filas de espera para serem atendidas já é "um sacrificio". Porque não, um sorriso do outro lado, quando finalmente somos atendidos.
    Por vezes somos tratados, como "pessoas inferiores"; só temos deveres a cumprir mas, não o direito a qualquer "direito" (desculpem-me a redondancia).
    Normalmente, este tipo de atitude funciona mais nas repartições públicas; só que quem nos atende esquece-se de quem lhes paga o ordenada ao final do mês; são os nossos impostos.
    O livro de reclamações, poucou ou nada serve para reclamar. Já tive duas experiencias. Não foram nada positivas; numa das reclamações, passei de queixosa ("a quase") culpada do erro cometido pela pessoa que me atendeu.
    As pessoas que trabalham no atendimento ao publico, em geral, deveriam fazer uma formação de "civismo".
    Pois, senão gostam de atender, falar, ou informar as pessoas; deveriam ter outro trabalho. E deixar para quem tem aptidão para o fazer. Mas, infelizmente os critérios de recrutamento destas pessoas faz-se pelo factor "C".

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAnonimo

    15-03-2009 às 19:12:45

    Sim, é verdade.

    Olha eu sou Aviador. Sim adoro ter um contaco com o publico. O interagir com outros seres humanos é muito enrequecedor. À perto de 23 anos que sou Aviador. Eu sou daquelas pessoas que adora o que faz. E faz o que adora.

    Sempre que falo com um novo cliente existe um momento de establecer contacto. Esses momentos preenchem me de felicidade. Os clientes voltam sempre, e tal como tu escreveste, só porque eu sorrio.

    Sim É uma grande verdade o sorrir para melhor servir...
    Uma vez contaram-me ( a Dª Madalena) que eu vendi todos os chouriços só por causa do meu sorriso. Eu já tinha os 34 chouriços á mais de um mês, e um bom serviço...puf...um sorriso...negócio feito.

    Eu tenho muita experiencia e sei do que estou a falar, eu sou Aviador.

    Obrigada , menina, por confirmar o meu mote de vida.

    E quem sabe um dia deste vou a servir a si ou estimados leitores, porque conforme já vos disse eu sou Aviador, de merciaria.

    ¬ Responder

Comentários - Saiba servir... e sorrir!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios