Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Vida Sedentária sua saúde em perigo

Vida Sedentária sua saúde em perigo

Categoria: Saúde
Visitas: 4
Vida Sedentária sua saúde em perigo

O sedentarismo é conhecido como a falta ou diminuição da atividade física e é considerada um dos maiores males de nosso tempo.

Todos nós ouvimos falar todos os dias que devemos evitar ter uma vida sedentária,que devemos caminhar,correr,fazer exercícios para conseguirmos ter uma vida longa,saudável e evitar o envelhecimento precoce.

Mas a grande verdade é que com a tecnologia cada vez mais presente em nossas vidas,poupamos tempo e trabalho para muitas coisas,mas com certeza nos tornamos muito mais sedentários

Usamos a internet ou o celular para pagar contas em vez de caminharmos até o banco,quando queremos mudar o canal da tv nem passa pela nossa cabeça nos levantarmos e mudarmos o canal manualmente,apenas pegamos o controle remoto e assistimos o que queremos

Muitas pessoas vão até a padaria ou mercado na esquina de automóvel em vez de caminharem e esse sedentarismo mais cedo ou mais tarde vai cobrar o seu preço em nosso organismo.

Segundo estudos,um adulto precisa gastar pelo menos 2200 calorias por semana em atividades físicas seja ela caminhar,correr, jogando futebol ou frequentando uma academia.

O ideal é todo dia fazer pelo menos caminhadas de no mínimo 30 minutos,principalmente se você passa muito tempo sentado no trabalho.

Uma vida sedentária causa muitos males para a saúde,podendo a médio e longo prazo causar várias doenças como diabetes,obesidade,hipertensão arterial,infarto e até câncer.

Junte-se a isso fatores como má alimentação,fumo,bebida,estresse,poluição, e está formado o cenário ideal para o desenvolvimento de doenças.

Além disso quando não nos movimentamos há uma diminuição drástica de nossas atividades funcionais fazendo com que nossos orgãos entrem em um processo de regressão funcional e o comprometimento dos mesmos,além disso vai causando pouco a pouco a atrofia das fibras musculares e a perda de flexibilidade articular.

Não é preciso ser um atleta para largar a vida sedentária,se você passa a maior parte do tempo sentado no trabalho e quando chega em casa já desaba na poltrona para ver tv,saiba que pode estar diminuindo em alguns anos sua vida e sua saúde.

Alguns passos simples já ajudam bastante a quem tem uma vida sedentária como por exemplo:

. Acorde um pouco mais cedo e faça caminhadas de no mínimo 30 minutos ,de preferência em um lugar tranquilo como um parque,o ar matinal faz muito bem ao nosso organismo e nosso astral

. Quando for pegar um elevador ou uma escada rolante,considere subir as escadas você mesmo,certamente vai te cansar um pouco mas você vai estar se exercitando.

. Deixe o carro na garagem e quando precisar ir em lugares pertos de sua residência como a padaria ou farmácia, vá a pé

. Pratique esportes como futebol, vôlei ou natação,eles são ótimos para sua saúde e para sua mente

. E evite cigarro,gorduras,bebida,de nada adianta se exercitar e depois ingerir coisas que fazem mal a sua saúde

Evite ser sedentário,depois que pegar o hábito de se exercitar vai achar isso um prazer e nunca mais vai conseguir levar uma vida sedentária.


Nilson Empreendedor

Título: Vida Sedentária sua saúde em perigo

Autor: Nilson Empreendedor (todos os textos)

Visitas: 4

765 

Comentários - Vida Sedentária sua saúde em perigo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios