Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Verdades e Mitos Sobre Anabolizantes

Verdades e Mitos Sobre Anabolizantes

Categoria: Saúde
Visitas: 4
Verdades e Mitos Sobre Anabolizantes

Os anabolizantes em geral ao longo da historia se tornou um tabu entre os praticantes de atividades físicas, médicos e pessoas que simplesmente gostam de difamar sem conhecer.

Mas se os tais anabolizantes fazem tanto mal porque são comercializados? Bem, a finalidade desses medicamentos e pra combater doenças e desconfortos musculares e hormonais de forma extremamente controlada e acompanhada de perto por um medico especializado na área, porém o acesso a esse tipo de medicamento nunca foi difícil, na verdade antigamente praticamente todo fisiculturista utilizava dessas substancias. Fisiculturistas famosos como Arnold Schwarzenegger, que era famoso por seus bíceps montanhosos, admitem o uso de esteroides, pois na época era bastante comum, e tambem os homens mais marombados da historia sao todos dessa época, como Dorian Yates, Ronnie Coleman e Flex Wheeler, não pode ser coincidência.

Hoje em dia, no mercado além dos ditos anabolizantes, encontramos os pró-hormonais e os pré- hormonais. Mas qual seria a finalidade desses produtos? Os pró-hormonais são substancias que prometem fazer o organismo a aumentar a produção de hormonios de forma natural, e realmente aumentam mas não tanto quanto prometem, pois na maioria das vezes não são mais do que minerais encontrados em frutas e carne, são recomendados mais pra quem não tem uma alimentação rica o suficiente nesses nutrientes. Já os pré-hormonais são supostamente como hormônios de consumo oral, normalmente hormonios de crescimento pra pessoas realmente pouco desenvolvidas, se automedicar com essas substancias pode causar problemas estéticos irreversível e não garante ganho de massa muscular esperado pelo usuário.

Inegável, o trabalho surpreendente dessas substancias no corpo humano, mas porém se não controlada pode ser uma carga hormonal extremamente maior do que o corpo está acostumado podendo causar problemas nos rins, impotência sexual e também não podemos nos esquecer que o coração é um músculo e também vai ser forçado com essa carga hormonal.

o certo seria, procurar um medico e se aprofundar no assunto e de preferencia, para acelerar o crescimento muscular, pedir a esse profissional recomendações de suplementos alimentares, que não vão comprometer sua saúde e ainda podem melhorar e muito a qualidade de vida desde que utilizados corretamente, e nunca se esquecer de que praticas esportivas são a base da hipertrofia pois os suplementos não fazem nenhum milagre também.


Carlos Vinicius Silva

Título: Verdades e Mitos Sobre Anabolizantes

Autor: Carlos Vinicius Silva (todos os textos)

Visitas: 4

654 

Comentários - Verdades e Mitos Sobre Anabolizantes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios