Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Seja um todo harmonioso e saudável!

Seja um todo harmonioso e saudável!

Categoria: Saúde
Comentários: 3
Seja um todo harmonioso e saudável!

Há muita gente que não consegue encontrar o caminho da felicidade, ou porque tem uma noção errada de um conceito que é muito mais prático do que teórico, ou porque essa idealização provoca um divórcio da realidade, com a qual deixa de saber lidar, ou porque sucumbe ante as dificuldades próprias da existência, com base no equívoco de que para se ser feliz todos os problemas deveriam ser afugentados, ou por muitas outras razões. O certo é que grande parte das pessoas se apresenta cabisbaixa e taciturna, e essa postura é meio caminho andado para se abrir a porta à depressão. Um indivíduo que ande de bem com a vida resiste a crises, a catástrofes naturais e a outras contrariedades, com sofrimento, naturalmente, mas sem um abalo interior que lhe faça perigar a força anímica.

É sabido que o ser humano é eminentemente social. Isto significa que precisamos todos uns dos outros para tudo. Ter alguém de confiança que nos oriente em certas decisões é fundamental. Um orientador, de preferência mais experiente, que nos ajude a decidir elimina a neblina da incerteza. O resultado, incógnito, terá maiores probabilidades de ter sucesso.

As preocupações constituem, nos dias de hoje, um vício horrível. Parece que se não se andar em constante tensão, em stress, não se vive. A união entre a competência e o bem-estar afiguram-se incompatíveis. Que absurdo… Só é preciso definir os objectivos e conquistá-los. O resto… bem, o resto é para deitar fora.

Amar é dar e receber, à vez. Este jogo de cooperação pressupõe actuar na mesma “equipa”…

Rodear-se de amigos vencedores, cheios de vontade e alegria de viver aporta um contágio desses sentimentos, em tudo construtivo.

Por outro lado, há que levar a cabo as necessárias despedidas de pessoas que nos fazem mal. Sofrer e perder tempo com quem não nos merece é masoquismo, uma atitude anti-saúde e anti-felicidade!

Resolver é a palavra de ordem no trilho da ventura. Separar e “reciclar” situações e problemas que não têm razão de ser “limpa” a alma e alivia o coração.

Viver nas nuvens não pode ser estado permanente. A vida tem ritmos próprios e aceitá-los significa criar imunidade à frustração.

Celebrar as vitórias, compartilhar os êxitos, gritar, chorar, enfim, exteriorizar as emoções com figuras queridas, permite enchermo-nos de energia para os próximos desafios.

Perdoar é conceder aos outros, e a nós, o direito de errar. Por outro lado, é a única maneira de enterrar o passado para ser feliz. Perdoe! O maior benefício é seu…

Arriscar a decidir-se que pizza pedir para o jantar pode consubstanciar a coragem intrínseca de se aventurar a engordar. Fazendo a respectiva analogia, correr alguns riscos, reais, na vida bane as investidas da covardia.

Desenvolver uma vida espiritual é essencial. Ter um Poder Superior ao qual agradecer, com quem conversar, é o máximo. A oração e a meditação são fontes de inspiração.

Para concluir este mix, restam a procura e a construção de muita paz, harmonia e amor… sempre!



Maria Bijóias

Título: Seja um todo harmonioso e saudável!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

794 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    13-08-2014 às 00:08:09

    É verdade! Ter um estado emocional harmonioso e saudável é tão importante quanto cuidar do físico! Às vezes, nem estamos doentes, apenas precisamos estar bem consigo mesmos. Pense nisso!

    ¬ Responder
  • tatianetatiane

    21-03-2012 às 19:18:32

    com harmonia você vai bem em tudo!sempre tem aqueles q querem tirar o seu tapete,te frustar,só porque vc está bem consigo mesma(o)!tem pessoas q não gosta de ver o outro feliz.

    ¬ Responder
  • veronica Bortolottiveronica Bortolotti

    23-10-2011 às 18:36:39

    ola ,gostei muito do tema,e queria participar.

    ¬ Responder

Comentários - Seja um todo harmonioso e saudável!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios