Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Saiba sobre anticoncepcional

Saiba sobre anticoncepcional

Categoria: Saúde
Comentários: 2
Saiba sobre anticoncepcional

A pílula anticoncepcional é um dos melhores métodos para se evitar uma gravidez indesejada. Existem diversos tipos de pílula porque existem diversos tipos de mulheres. A pílula é um método de anticoncepcional que ainda é mais seguro, no entanto, cada organismo combina com outro. É o médico é que deve dizer qual é a melhor conforme o caso. Saiba, porque e o que, leva a mulher a trocar de contraceptivo. Isso se dar porque cada mulher é única. Porque todas deveriam tomar a mesma pílula anticoncepcional? Sim, a as pílulas são diferentes, mas existe uma adequada para cada caso.

Os ginecologistas explicam que é importante a paciente consultar antes de tudo um ginecologista, e entender como esta seu organismo. É preciso fazer um exame criterioso e avaliar estes problemas, estomacais e até doenças circulatórias. Com essas informações, o médico checa à medicação mais indicada. Diz os médicos que a boa notícia é que existem no mercado várias opções de pílulas anticoncepcionais. Ou seja, aquela estória de efeitos colaterais, como dor de cabeça, náuseas e quilos a mais, pode ser contornada. Hoje já existem as pílulas de baixa dosagem hormonal, que reduziram bastante a incidência desses efeitos indesejáveis. Ainda assim, como as pessoas têm reações diferentes, algumas podem sofrer um pouco mais até encontrarem a solução ideal.

As pílulas de baixa dosagem muitas vezes provocam escapes, como são chamados os pequenos sangramentos fora do período menstrual. O médico adverte, porém, que tudo se resolve com um pouco de paciência. Em geral, os efeitos desaparecem depois de três meses, mas algumas mulheres não toleram a espera e já pedem para mudar de medicamentos. Foram feitos pesquisa que se revelam com 380 mulheres: 47% disseram trocar de contraceptivo por sofrerem com os efeitos colaterais. O caminho correto para achar a pílula ideal é como, com todos os medicamentos, é procurar orientação médica. Ou como no caso, seguir receita de amigas que é um risco. A pílula funciona através da ingestão diária de uma pequena quantidade dos hormônios que são produzidos nos ovários. Esta ingestão diária de hormônios é igual aos que você normalmente tem, e acaba enganando o sistema de regulação do seu organismo que imagina estar você grávida.

Com isto é inibida a ovulação. Os óvulos não são mais liberados pelos ovários e você não engravida. Ao final de uma cartela a parada da ingestão dos hormônios causa uma menstruação. Nunca, mas nunca mesmo, use um anticoncepcional ou qualquer outro medicamento com tarja vermelha sem orientação médica pessoal. Não use medicamentos de maneira diferente da prevista na receita, a não ser que tenha sido orientada pessoalmente pelo médico. Anticoncepcionais orais foram feitos para serem tomados de maneira prevista na receita e na bula, não devendo ser tomados de maneira diferente como, por exemplo, sem pausa, a não ser que tenha sido orientada pessoalmente pelo seu médico. Anticoncepcionais orais tomados de maneira errada podem sua eficácia ocasionar riscos de gravidez e de efeitos colaterais que podem ser graves.

Waldiney Melo

Título: Saiba sobre anticoncepcional

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 0

707 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • ana paula mottaana paula motta

    23-02-2011 às 00:05:27

    muito boa essa matéria mas eu aida vou me aprofundar mas para chegar onde eu quero muito obrigado

    ¬ Responder
  • Elídio FigueiredoElídio Figueiredo

    04-09-2009 às 23:36:14

    Adorei essa matéria!!! Esclareceu algumas duvidas minhas. Valeu, mesmo.

    ¬ Responder

Comentários - Saiba sobre anticoncepcional

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios