Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Otites nas crianças

Otites nas crianças

Categoria: Saúde
Visitas: 4
Comentários: 5
Otites nas crianças

A otite, a doença mais comum em bebé e em crianças com idade inferior a três anos, é uma inflamação do ouvido e pode ser de dois tipos, dependendo do local afectado: média ou interna, se a infecção está localizada depois da membrana timpânica ou externa, caso a infecção se localize da entrada da orelha até à membrana timpânica.

A otite externa é causada por fungos ou bactérias, e aparece no verão, quando as crianças ficam muito tempo em piscinas ou mar. O excesso de umidade no local é perfeito para a proliferação de fungos e bactérias.

Normalmente, a otite externa não vem acompanhada de febre, mas dói muito só de encostar no local e dá muita comichão. A zona fica muito vermelha e inchada e há secrecção. Pode também haver perda de audição.

A otite média ocorre em meses frios, após gripes, e infecções na garganta ou respiratórias. É esta a mais comum nos bebés e crianças.

Os sintomas deste tipo de otite são dor intensa, o que faz com que as crianças levem as mãos com frequência aos ouvidos, perda de apetite, dificuldade em adormecer, agitação, irritabilidade, secreções a sair dos ouvidos, vómitos, diarreia, febre e dificuldade de audição. Se o bebé grita em vez de chorar, também pode ser um sintoma de que algo não está bem.

É muito importante que os pais e os educadores dêem atenção a estes detalhes uma vez que uma otite mal curada ou não detectada a tempos é uma das maiores causas de perda de audição nas crianças. diante de qualquer desconfiança de alguma infecção, leve seu filho imediatamente ao médico para prevenir complicações mais sérias. Só o médico poderá diagnosticar e prescrever o tratamento adequado.

Existem algumas medidas que podem ser tomadas pelos pais para prevenir o aparecimento de otites:

Amamentar o maior tempo possível o bebé, uma vez que o leite materno transmite anticorpos da mãe para a criança, o que faz com que o seu sistema imunológico seja mais forte que o de crianças que não são amamentadas ao peito; No momento de dar o leite, fazer com que a cabeça da criança esteja mais levantada que o corpo, fazendo com que o bebé coma sentado – deste modo, impede-se que o leite escorra inetrnamente para a orelha, prevenindo inflamações; Evitar fumar em casa ou perto da criança; não esquecer de colocar um gorro nos dias mais frios e ventosos

Os tratamentos mais eficazes são sempre à base de antibióticos e anti-inflamatórios – a combinação de ambos fará com que as dores acalmem e que as secreções provocadas pela infecção sejam reabsorvidas pelo organismo.



Catarina Bandeira

Título: Otites nas crianças

Autor: Catarina Bandeira (todos os textos)

Visitas: 4

782 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 17:20:54

    quando os seus filhos tiverem otite use óleo de alho, pois tem propriedades antibacterianas. pode usar um conta gotas para aplicar no ouvido. deve deixar actuar durante 15 minutos. ficam deitados no sofá, com uma toalha, até o líquido assentar e depois escorrer. as otites surgem sobretudo no Inverno e as crianças ficam miseráveis, sem saber o que fazer para libertarem-se daquela dor.

    ¬ Responder
  • elizabete poli

    11-08-2012 às 14:12:28

    oi minha filha tem dois anos e um més,desde bebe ela tem mau cheiro no ouvido e sempre cosa muito,a primeira otite dela foi com 1 ano e 6 meses e mais 2 duas seguida da primeira,ela sempre coça muito e tem mau cheiro o q pode ser me ajude eu cuido muito na hora de dar banho eu não sei mas o q fazer me ajude...

    ¬ Responder
  • Vilma mendes ferreiraVilma mendes ferreira

    07-11-2011 às 16:46:48

    Tenho um neto de três aninho que tem otite, ele chupa chupeta e nÃo tira a chupeta para nada, queria saber se, chupar chupeta faz ainda mais mal para otite.

    ¬ Responder
  • ana martinsana martins

    08-11-2010 às 16:02:23

    ola tenho uma menina com um ano que ja faz otites desde os 3 meses de idade. acaba um antibiotico e começa logo outro esta a ser seguida no hospital mas esta constantementa a fazer otites mesmo eu tendo o cuidado na hora do banho para nao deixar entrar agua no ouvido ja nao sei o que fazer para melhorar esta situaçao gostaria de alguns conselhos obrigada

    ¬ Responder
  • gilsania ferreira da mattagilsania ferreira da matta

    02-07-2010 às 00:47:53

    Meu filho tem co frequenciaotite na primeira vez eu fique quase louca porque não sabia o que era pensei que teria estourado o timpano, fiz tratamento fez cirugia das adenoides pra ver se ajudava a melhorar mais agora depois de seis mesees começou novamente com secreção no ouvido por favor me responda o que faço pra curar e tenho medo de ter perda auditiva ele tem 03 anos de idade?

    ¬ Responder

Comentários - Otites nas crianças

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios