Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Maquilhagem e lentes de contacto – é preciso ter algum cuidado

Maquilhagem e lentes de contacto – é preciso ter algum cuidado

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
Maquilhagem e lentes de contacto – é preciso ter algum cuidado

Não sendo antagónicas (como se poderia cogitar), é possível que a maquilhagem e as lentes de contacto coexistam pacificamente, desde que se tenham em atenção alguns cuidados básicos. Há apenas que atentar a pormenores relativos aos produtos que se usam, cujas fórmulas são suscetíveis de desencadear alergias, anomalias no funcionamento das lentes, infeções, irritações oculares, secura e ferimentos nos olhos.

Para evitar este rol de dissabores, mais ou menos graves, é fundamental ler os rótulos e optar por cosméticos não perfumados e com a designação de hipoalergénicos. Há, inclusive, produtos especialmente criados para portadores de lentes de contacto ou para olhos com maior sensibilidade, e que são solúveis na água. Ainda assim, pessoas ultrassensíveis podem apresentar reações adversas, mesmo a produtos especiais.

É preciso uma minúcia bastante grande na aplicação da maquilhagem na região dos olhos quando se usa lentes de contacto, uma vez que qualquer reação alérgica é passível de comprometer o uso destas. Assim, a primeira coisa a fazer é lavar as mãos com um sabonete suave de glicerina antes de colocar as lentes. Estas devem ser postas anteriormente à maquilhagem e ser retiradas antes da remoção daquela (feita com um desmaquilhante hipoalergénico não oleoso), isto para evitar que os ingredientes da maquilhagem sujem ou danifiquem as lentes. Nunca se deve aplicar o lápis na extremidade interna da pálpebra (o que poderia bloquear as glândulas e provocar irritações ou infeções) nem partilhar a maquilhagem com outra(s) pessoa(s).

Recomenda-se a aplicação da sombra e do lápis de forma suave, a fim de não empurrar as lentes, estragando-as. Da mesma maneira, as preferências devem incidir sobre maquilhagem não oleosa e sem perfume, e na máscara de olhos e no eyeliner à prova de água, para evitar manchas. A máscara deve ser substituída todos os meses, o eyeliner a cada três meses, e a sombra com intervalos de seis meses. De salientar que os cosméticos, depois de abertos, são facilmente contamináveis por bactérias, particularmente no verão, pelo que as embalagens devem ser muito bem fechadas e protegidas de fontes de calor.

Os utensílios envolvidos no processo de maquilhagem têm de ser escrupulosamente limpos e nunca emprestados ou usados depois de emprestar. De qualquer forma, sempre que se observe vermelhidão, dor, inchaço ou irritação nos olhos é sensato consulta um oftalmologista.

Nesta linha, se os olhos se apresentarem inchados, vermelhos ou inflamados, não é sensato usar maquilhagem. Também não é acertado, qualquer que seja a circunstância, recorrer à saliva para a aplicação da sombra, nem sobrepor maquilhagem. Empregar máscaras com “fibras de formação de pestanas” também está fora de questão (podem deteriorar as lentes).

As sombras foscas, perladas ou brilhantes, à base de pó de casca de ostra, são susceptíveis de lesar olhos com lentes de contacto. Devem preferir-se os pós compactos, aplicando-os lentamente para acautelar a entrada de partículas para a vista.
As máscaras que utilizem fibras de nylon, e outras, são de recusar, dado que, quando secam, as fibras desfazem-se e caem nos olhos, sendo possível que se depositem nas lentes ou abaixo delas, o que pode resultar em feridas na córnea. A máscara deve ser espalhada de maneira a ficar ligeiramente afastada da base das pestanas e os lápis devem ser macios e não esborratar.

No que concerne a sprays para o cabelo, desodorizantes e águas-de-colónia, aconselha-se que se apliquem antes da colocação das lentes, pois, penetrando nos olhos, são capazes de acarretar danos irreversíveis nas lentes.


Maria Bijóias

Título: Maquilhagem e lentes de contacto – é preciso ter algum cuidado

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

774 

Imagem por: carlitosway85

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Sofia NunesSofia Nunes

    15-09-2012 às 20:39:37

    Utilizo lentes de contacto diariamente e posso confirmar a premissa de que coexistem bem com a maquilhagem. Há elementos que ameaçam muito mais o olho com lente de contacto, como seja o caso da poeira. É claro que, como bem refere, esta tolerância dos olhos à maquilhagem não dispensa alguns cuidados essenciais, tanto a pôr como à hora de retirar as lentes: devem ser colocadas antes da maquilhagem e retiradas antes da aplicação do desmaquilhante.

    ¬ Responder

Comentários - Maquilhagem e lentes de contacto – é preciso ter algum cuidado

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Seguros
Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet\"Rua
Os seguros pela Internet estão a ter cada vez mais procura por parte dos consumidores, especialmente devido ao factor preço, mas também porque as pessoas começam a dominar melhor as ferramentas da Internet e a ter mais confiança nos serviços disponibilizados online.

A grande vantagem de contratar um seguro pela Internet é a possibilidade de conseguir valores muito inferiores aos que conseguiria num mediador de seguros local. Poderá conseguir reduzir o prémio do seu seguro em 50% ou ainda mais. As operadoras de seguros que actuam pela Internet não têm que pagar comissões aos correctores (intermediários) e por isso podem fazer preços mais competitivos. Além disso, poderá também fazer simulações online usando os aplicativos para esse efeito que essas empresas de seguros disponibilizam nos seus sites.

Ao trabalhar com estas empresas não terá que perder tempo em filas de espera nas agências físicas. Todas as operações podem ser efectuadas através da Internet: adesão, alteração de dados, alteração do modelo de seguro, etc., e toda a informação relativa aos seus seguros estará disponível 24 horas por dia na sua conta de cliente.

Para as pessoas que dão grande importância ao contacto pessoal na altura de contratar um serviço, as empresas de seguros pela Internet não são obviamente uma solução, e essa é uma das suas principais desvantagens.

Outra desvantagem é que no caso de haver algum problema terá que ser o próprio cliente a contactar a seguradora e a tratar de tudo que for necessário para a resolução do problema, enquanto se contratar o seus seguros através de um mediador, no caso de haver problemas apenas tem que contactar o seu mediador e será ele a tratar de tudo.

Na minha opinião, para quem percebe o mínimo de Internet e quer poupar dinheiro nos prémios dos seus seguros, obviamente que as seguradoras que actuam pela Internet e telefone (as chamadas low-cost) são sem dúvida a melhor opção.

Se por outro lado, você não domina a Internet e não gosta de se preocupar nem de tratar de papeladas, no caso de ter algum acidente, então o melhor é manter-se em contacto com as agências físicas.

Pesquisar mais textos:

Carlos Vieira

Título:Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Autor:Carlos Vieira(todos os textos)

Imagem por: carlitosway85

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Francisco Moreira da Silva 04-10-2014 às 11:37:30

    Passados estes anos o canal de vendas de seguros pela internet tem muito pouca representatividade no nosso mercado. Tudo não passa de muita, mas muita, publicidade. É impossível reduzir o prémio de um seguro automóvel(é neste produto que estas seguradoras mais se tentam afirmar) em 50% ou ainda mais. O consumidor de seguros prefere e procura um profissional que EXPLIQUE OS SEUS SEGUROS. No pós venda são os MEDIADORES PROFISSIONAIS DE SEGUROS que melhor desempenham este importantíssimo serviço ao cliente de seguros, oferecendo níveis de serviço muito superiores ao de qualquer seguradora que venda pela internet! … e sem pagar mais por isso! … Sobre este tema haveria muito mais para falar, termino dizendo: O QUE RENDE É IR FAZER O SEGURO NUM MEDIADOR PROFISSIONAL DE SEGUROS.

    ¬ Responder
  • gil 17-06-2014 às 23:03:37

    tontarias , nao vale de nada , treta...

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    29-05-2014 às 16:28:35

    Os seguros pela internet precisam ser bem pesquisados, pois há muitas fraldes. O melhor é receber indicação de alguém que já use o serviço.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios