Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Latte Art – A Arte no café

Latte Art – A Arte no café

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Latte Art – A Arte no café

Quem não gosta de café! Cheio, pingado, curto, sem princípio enfim, tirado de tantas formas. Se nos tempos mais antigos os cafés eram todos instantâneos, nos dias que correm, uma máquina de café expresso está ao alcance de qualquer um de nós.

Qualquer um pode ser amante de café e pode não ser só bebido na pequena chávena, tantas vezes pedida para escaldada em dias de maior frio. Em sobremesas, bebidas e refrigerantes frescos (acompanhados com gelo e limão), em rebuçados e caramelos, em bolos ou em molhos, o sabor do café estende-se por todo o lado. Mas se o sabor é único, o cheiro é intenso e existem já no mercado velas com este aroma tão característico.

Mas se gostamos tanto de café, será que o seu aspeto é assim tão importante? Dizem os apreciadores de um expresso, que este se tem de fazer acompanhar por uma boa espuma no topo. No entanto, será que isso basta?

Para quem tem talento e imaginação, a espuma e o sabor não foram suficientes. Criar um café com leite (ou natas) que contasse uma história ou que simbolizasse qualquer coisa foi uma inspiração de mestre. Surgiu então a ideia de criar a Arte no café (também conhecido por Latte Art ou Caffe Art).

Esta mestria consiste em desenhar figuras na espuma do café.
Feitas por um barista, estas figuras são normalmente feitas utilizando um de dois métodos (ou utilizando os dois).

Aromatizadas, as bases podem ser o café simples, o cappuccino, o café com leite e o chocolate quente. Os aromas podem variar entre a canela, a avelã, a baunilha entre outros.
O grande segredo desta arte está no leite vaporizado, bastante consistente e cremoso. Esta é a principal área de trabalho.

O truque final e aquilo que desencadeiam os desenhos, são a forma como se coloca o leite vaporizado na chávena, mas também a mestria de um pauzinho que vai fazer sobressair o café de baixo que sobressai no leite de cima.

Uma verdadeira arte de café associada a intensos e fantásticos de sabores. Quem os pede, fica com pena de os beber e torna-se um viciado nesta perfeita arte.

Prazer aos olhos e ao gosto até para os que se dizem não apreciadores de café.


Carla Horta

Título: Latte Art – A Arte no café

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

637 

Comentários - Latte Art – A Arte no café

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios