Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Dicas Para Melhorar a Memória e a Concentração

Dicas Para Melhorar a Memória e a Concentração

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Comentários: 3
Dicas Para Melhorar a Memória e a Concentração

A memória é a capacidade de adquirir, armazenar e recuperar informações disponíveis no cérebro. No entanto, com a idade e o sedentarismo mental, esta capacidade vai-se reduzindo.
Ficam aqui algumas dicas para recuperar e conservar as capacidades de memorização e de concentração.

ALIMENTOS PARA MELHORAR A MEMÓRIA

Para melhor a memória e a capacidade de concentração é necessário fornecer ao cérebro o tipo certo de energia. Aconselham-se alimento ricos em:

• Ómega 3 (essencial para a formação e desenvolvimento saudável do tecido cerebral): Peixe
• Cafeína (estimulante natural que aumenta a capacidade de concentração): Café, chá verde;
• Antioxidantes (protegem as células cerebrais): Frutos, especialmente os vermelhos, e vegetais;
• Vitaminas B, C e E: Sumo de laranja, nozes, chocolate meio amargo;
• Magnésio: Folhas verdes, brócolos, amêndoas, castanhas de caju e frutas.

Destacam-se ainda o ginseng, a beterraba, o alecrim e a cebola.

BEBER MODERADAMENTE

Alguns estudos mostram que o consumo leve e moderado de álcool pode melhorar a memória e a percepção. Por outro lado, o abuso do álcool tem um efeito negativo nas células do cérebro relacionadas com a memória.

FAZER EXERCÍCIO REGULARMENTE

Uma das melhores formas de manter o cérebro saudável é exercitando o corpo. Não basta ter uma alimentação adequada, é necessário que os nutrientes referidos anteriormente, assim como o oxigénio, cheguem ao cérebro. Para isso, é importante que os vasos sanguíneos sejam capazes de bombear o sangue facilmente, sem placas de gordura que se acumulam nas artérias, obstruindo-as. Daí a necessidade do exercício regular. Caminhe, corra, dance, ande de bicicleta,… só não fique parado!

EXERCITAR O CÉREBRO

Para evitar problemas de esquecimento e desenvolver a capacidade de memória é necessário manter o cérebro activo. Para isso existe uma grande variedade de estratégias, cada uma adequada ao tipo de área que pretende melhorar (memorizar nomes, caras, etc.). O importante é fazer ginástica mental diariamente. Aqui ficam alguns tipos de exercícios que poderá fazer para melhorar a memória e aumentar a capacidade de concentração:

• Criar o hábito de leitura ou de escrita;
• Jogar cartas, xadrez, dominó, sudoku,…;
• Fazer palavras cruzadas;
• Ler textos e representá-los;
• Pintura;
• Aprender uma nova língua;
• Fazer coisas novas, como por exemplo fazer percursos diferentes quando for aos lugares que costuma frequentar.

A memória é como um músculo, para crescer precisa ser exercitada.

EVITAR PREOCUPAÇÕES

A ansiedade, ou outros factores que causem stress, afectam as partes do cérebro responsáveis pela memória, destruindo-as pouco a pouco. Nos casos de depressão, existe um aumento do nível de cortisol na corrente sanguínea, e consequentemente, no cérebro, reduzindo certas áreas do mesmo, sendo a mais importante delas o Hipocampo, uma estrutura localizada nos lobos temporais do cérebro humano, considerada a principal sede da memória.

PRESTAR ATENÇÃO

Muitas vezes não nos conseguimos lembrar de determinadas coisas porque não prestamos atenção a elas o tempo suficiente para que fiquem armazenadas no banco de memória. Para melhorar a capacidade de concentração é importante focar-se e prestar a devida atenção à tarefa que está a realizar, minimizando as distracções, como música, televisão, Internet. Uma forma de se manter atento é repetir em voz alta o que está fazer.

DORMIR BEM

Uma boa noite de sono ajuda a armazenar o que foi aprendido no dia, na memória de longo prazo.


Liliana Moita

Título: Dicas Para Melhorar a Memória e a Concentração

Autor: Liliana Moita (todos os textos)

Visitas: 0

677 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    23-07-2014 às 19:09:45

    É bem interessante a memorização e a concentração. Isso se adquiri muito na infância com bons hábitos. Mas, na fase adulta é possível e tende a melhorar de acordo com dicas como essa. Adorei!!!

    ¬ Responder
  • Liliana MoitaLiliana Moita

    13-03-2013 às 09:17:28

    Compreendo perfeitamente. Eu muitas vezes, a meio de uma frase, esqueço-me do que estou a dizer.
    Este texto que escrevi resulta de uma pesquisa que fiz para tentar melhorar os meus problemas de memória. Enquanto não melhora, o ideal é apontar as coisas importantes num papel e colocá-lo num local bem visível para não esquecer onde o colocámos =P. E como disse, o mais importante é manter o cérebro activo! Estar sempre a aprender coisas novas. Escolher um tema que lhe interesse e estudá-lo. Por exemplo, "como aumentar as visitas do seu blog". Ah, e faço sudoku todos os dias =)

    ¬ Responder
  • mara de fortaleza-ce

    25-02-2013 às 13:30:48

    eu tenho um grande poblema de memoria as vezes fico ate muito deprimida com isso, meu marido as vezes pénsa ate q e de proposito ou pq eu nao dou atensao pras coisas q ele me fala e q as vezes sao muito emportantes e q eu esqueco compretamente.

    ¬ Responder

Comentários - Dicas Para Melhorar a Memória e a Concentração

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A história da fotografia

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Fotografia
A história da fotografia\"Rua
A história e princípios básicos da fotografia e da câmara fotográfica remontam à Grécia Antiga, quando Aristóteles verificou que os raios de luz solar e com o uso de substâncias químicas, ao atravessarem um pequeno orifício, projetavam na parede de um quarto escuro a imagem do exterior. Este método recebeu o nome de câmara escura.

A primeira fotografia reconhecida foi uma imagem produzida em 1826 por Niepce. Esta fotografia foi feita com uma câmara e assente numa placa de estanho coberta com um derivado de petróleo, tendo estado exposta à luz solar por oito horas, esta encontra-se ainda hoje preservada.

Niepce e Louis –Jacques Mandé Daguerre inciaram em 1829 as suas pesquisas, sendo que dez anos depois foi oficializado o processo fotográfico o nome de daguerreótipo. Este processo consistia na utilização de duas placas, uma dourada e outra prateada, que uma vez expostas a vapores de iodo, formando uma pelicula de iodeto de prata sobre a mesma, ai era a luz que entrava na camara escura e o calor gerado pela luz que gravava a imagem/fotografia na placa, sendo usado vapor de mercúrio para fazer a revelação da imagem. Foi graças á investigação realizada por Friedrich Voigtlander e John F. Goddard em 1840, que os tempos de exposição e revelação foram encurtados.




Podemos dizer que o grande passo (não descurando muitas outras mentes brilhantes) foi dado por Richard Leach Maddox, que em 1871 fabricou as primeiras placas secas com gelatina, substituindo o colódio. Três anos depois, as emulsões começaram a ser lavadas com água corrente para eliminar resíduos.

A fotografia digital


Com o boom das novas tecnologias e com a capacidade de converter quase tudo que era analógico em digital, sendo a fotografia uma dessas mesmas áreas, podemos ver no início dos anos 90, um rápido crescimento de um novo mercado, a fotografia digital. Esta é o ideal para as mais diversas áreas do nosso dia a dia, seja a nível profissional ou pessoal.

As máquinas tornaram-se mais pequenas, mais leves e mais práticas, ideais para quem não teve formação na área e que não tem tempo para realizar a revelação de um rolo fotográfico, sem necessidade de impressão. Os melhores momentos da nossa vida podem agora ser partilhados rapidamente com os nossos amigos e familiares rapidamente usando a internet e sites sociais como o Facebook e o Twitter .

A primeira câmara digital começou a ser comercializada em 1990, pela Kodak. Num instante dominou o mercado e hoje tornou-se produto de consumo, substituindo quase por completo as tradicionais máquinas fotográficas.

Sendo que presentemente com o aparecimento do FullHD, já consegue comprar uma máquina com sensores digitais que lhe permitem, além de fazer fotografia, fazer vídeo em Alta-Definição, criando assim não só fotografias quase que perfeitas em quase todas as condições de luz bem como vídeo com uma qualidade até agora impossível no mercado do vídeo amador.

Tirar fotografias já é acessível a todos e como já não existe o limite que era imposto pelos rolos, “dispara-se” por tudo e por nada. Ter uma máquina fotográfica não é mais um luxo, até já existem máquinas disponíveis para as crianças. Muitas vezes uma fotografia vale mais que mil palavras e afinal marca um momento para mais tarde recordar.

Pesquisar mais textos:

Bruno Jorge

Título:A história da fotografia

Autor:Bruno Jorge(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    05-05-2014 às 03:48:18

    Como é bom viver o hoje e saber da história da fotografia. Isso nos dá a ideia de como tudo evoluiu e como o mundo está melhor a cada dia produzindo fotos mais bonitas e com qualidade!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios