Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cuidados a Ter com a Voz

Cuidados a Ter com a Voz

Categoria: Saúde
Visitas: 10
Cuidados a Ter com a Voz

A forma como falamos e o tom com que o fazemos diz muito sobre nós. Naturalmente que as cordas vocais são diferentes em cada um de nós, mas conseguimos perceber perfeitamente quem trata mal o som que emitimos para nos expressar.

Já pensou bem na importância da voz? É por ela que nos expressamos e é quase como uma impressão digital, que varia de acordo com a idade, o sexo, a personalidade e até o estado emocional.

Se para aqueles que utilizam a voz de forma profissional os cuidados a ter são absolutamente essenciais, fique a saber que até para os que só a utilizam para falar são necessários alguns cuidados. Ora vejamos.

Bebidas geladas não são o melhor para as cordas vocais. São consideradas agressões para a voz, pelo que bebidas á temperatura ambiente são o mais indicado para que não hajam choques térmicos nas cordas.

Não “puxe” pela voz desnecessariamente. Numa noite animada, pode tender a cantar com os amigos. Atenção ao entusiasmo e ao esforço que faz com a sua voz.

As bebidas alcoólicas são a evitar. O álcool tem um efeito anestésico pelo que na altura poderá não sentir, mas vai esforçar a voz e no dia seguinte notará a sensação de irritação constante.

Não fume. Este habito é de evitar por todos os motivos, mas no que diz respeito à voz, evite mesmo. Nunca reparou que os fumadores de há muitos anos têm uma voz rouca e “velha”? Isto quer dizer qualquer coisa, certo?

O ar condicionado provoca a secura das mucosas e consequentemente altera a vibração das pregas vocais. Evite o ar condicionado e também os ambientes com muito fumo. Ar puro aconselha-se.

A ingestão de alimentos muito quentes e picantes ou muito condimentados. Também os chocolates e derivados não fazem bem à voz pois aumentam a secreção de muco no trato vocal.
Por fim, articule bem as palavras e mantenha a cabeça reta quando fala. Uma boa postura quando trabalha as suas cordas vocais são hábitos de ouro.

Uma boa utilização da voz é fundamental e os perigos em que colocamos as nossas cordas vocais são inúmeras, sem darmos sequer por isso.

Para além de todas as dicas acime descritas, existe uma que é de ouro para que qualquer órgão do nosso corpo funcione na perfeição. Beba sempre muita água.


Carla Horta

Título: Cuidados a Ter com a Voz

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 10

639 

Comentários - Cuidados a Ter com a Voz

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios