Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Como convencê-lo a ir ao urologista

Como convencê-lo a ir ao urologista

Categoria: Saúde
Visitas: 10
Como convencê-lo a ir ao urologista

A ida ao ginecologista é uma prática comum nas mulheres, pelo menos uma vez por ano. Os cuidados ginecológicos pelas mulheres são cada vez mais importantes e com uma valorização especial para cada uma delas.

As mulheres são cuidadosas e sem qualquer preconceito ou vergonha, assumem as suas visitas a estes médicos que em tempos eram muito pouco frequentados.

Mas se as mulheres dão tanta importância às idas ao médico de foro mais íntimo, relativamente aos homens, a coisa funciona de forma muito, muito diferente.

Os homens não se sentem necessitados de ir ao urologista. Para eles, “isso” é coisa de mulher, “coisa” com muita frescura e homem que é homem, não precisa nada dessas coisas. O preconceito e muitas vezes a vergonha impedem os homens de recorrer a um urologista, mesmo que necessitem de forma grave.

Um urologista está muitas vezes associado à ideia de que é um médico que cura problemas de disfunção sexual, o que leva a muita vergonha.

No entanto, a necessidade de um homem se desprender de vergonhas e visitar um urologista pode evitar muitos problemas de saúde graves que podem muitas vezes levar á morte.

Um homem pode ter de visitar um urologista por vários motivos. Dificuldade ou ardor ao urinar, urinar sangue, disfunção eréctil, ejaculação precoce entre outras coisas. No entanto, um homem pode puro e simplesmente ir a um urologista para verificar que tudo está em ordem consigo, de forma a evitar problemas futuros.

Mas como convencer um homem a ir a um urologista?

A tarefa pode não ser simples, e se o seu companheiro for uma pessoa de ideias muito fixas, lembre-se que esta epopeia pode ter um resultado negativo.

Se o seu companheiro sofre de um problema mais grave como a ejaculação precoce ou disfunção eréctil, fale com ele. Diga-lhe que marca a consulta de forma discreta e que se ele desejar o acompanha, mesmo que fique na sala de espera. Fale-lhe do que sente e da forma como se sente frustrada por querer ajudar para uma plena actividade da vossa vida sexual, mas que com a ajuda de um urologista, o problema pode ficar resolvida.

Se a ideia é convence-lo a ir por uma questão de precaução, tem acima de tudo de lhe dar certezas que não existe nada de errado na vossa actividade sexual. A instabilidade e algum queixume sexual da sua parte, podem provocar um “acidente” de maior. Não mostre desconforto nem insatisfação, mas mostre-se preocupada e acima de tudo, em qualquer situação, mostre que o ama e que está ali para o apoiar.



Carla Horta

Título: Como convencê-lo a ir ao urologista

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 10

762 

Imagem por: thelastminute

Comentários - Como convencê-lo a ir ao urologista

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Imagem por: thelastminute

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios