Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Como Controlar a Ansiedade?

Como Controlar a Ansiedade?

Categoria: Saúde
Visitas: 4
Comentários: 1
Como Controlar a Ansiedade?

Ora aqui está uma pergunta que muitos de nós faz com bastante frequência, mas que poucos conseguem dar uma resposta prática. Consegue você dar a resposta? Ainda bem, ficamos felizes por si, mas sabe colocar em prática? Pois é. A prática é muitas vezes a inimiga da teoria.

Alguns conselhos podem ser dados para que a ansiedade seja diminuída ou de todo extinguida, mas nem sempre conseguimos.

Praticas como o ioga ou exercícios de relaxamento são imprescindíveis para quem sofre de ansiedade, mas ficamos ansiosos só de pensar em arranjar tempo para os praticar, não é?

Estima-se que a ansiedade seja um mal que ocupa a maior parte da sociedade em que vivemos e acabar com ela é um processo lento e difícil que nem sempre conseguimos alcançar, por mais consciência que tenhamos que a ansiedade nos faz mal.

O ritmo cardíaco acelerado, a transpiração de todos os poros do corpo, os tremores nas mãos e a sensação de enfraquecer das pernas, podem ser resultado de estamos de ansiedade permanente e constante. Nestas situações muitas vezes a cura será através de medicação médica.

No entanto, muitos de nós sente somente o ritmo cardíaco ligeiramente acelerado acompanhado por uma sensação de mau estar e as chamadas borboletas no estômago. Nesta situação a ansiedade pode ser curada com práticas básicas e bastante fáceis.

Caminhar cerca de 30 minutos 2 ou 3 vezes por semana faz muito bem quando o objectivo é lutar contra a ansiedade. Enquanto caminha, pensa e reflectir de forma saudável é o melhor.

Exercícios de respiração são também uma forma saudável neste combate. Respire fundo enchendo a barriga. Inspire pelo nariz e expire pela boca. Faça-o de olhos fechados e de forma relaxada enquanto está deitado. À noite, antes de dormir, experimente estes exercícios.

Logo pela manhã, olhe no espelho e respire fundo. Espreguice-se. Estique-se com os braços no ar e respire profundamente.

Agora sente-se numa mesa com um papel e uma caneta. Defina as prioridades que tem, a curto, médio e longo prazo. Faça-o dando desconto de eventualidades, isto é, se tem uma prioridade para executar em um mês, defina-o para um mê e meio.

Se se sente descontrolado com os horários que tem e isso lhe causa ansiedade, faça um horário para as suas actividades. Horas para dormir, descansar, trabalhar e executar tarefas domésticas. Siga o calendário sem dar descontos a qualquer actividade ou descanso, mas faça-o sem, naturalmente sentir ansiedade ou nervosismos.

O melhor de tudo é ter tempo para si. Mais não sejam 15 minutos por dia. Tranque a porta da casa de banho e tome um banho de imersão. Relaxe ao som de uma música que o acalma e acima de tudo, veja que existem coisas na sua vida que o fazem feliz. Este factor vai faze-lo acalmar-se com toda a certeza.


Carla Horta

Título: Como Controlar a Ansiedade?

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 4

785 

Imagem por: hilectric

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 18:42:24

    a teanina é um óptimo suplemento para a ansiedade. é um aminoácido, que se encontra no chá verde ou preto. diminui o stress e promove o relaxamento do cérebro. os neurotransmissores da boa disposição ficam em alerta. deve começar por tomar cerca de 250 mg ao dia e custa por volta dos 12 dólares. pode comprar online, o que é óptimo. facilita muito a vida, do que andar de ervanária em ervanária à procura.

    ¬ Responder

Comentários - Como Controlar a Ansiedade?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Imagem por: hilectric

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios