Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cancro da pele - cuide de si!

Cancro da pele - cuide de si!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Cancro da pele - cuide de si!

Na realidade, a genética desempenha um papel importante no que diz respeito ao aparecimento de cancro na pele. Quanto mais clara for a sua tez natural, maior é a probabilidade de ser menos resistente aos raios UV e, por isso, maior também a possibilidade de se queimar. Por isso, maior o risco.

No entanto, a maior parte dos casos de cancro de pele tem origem na exposição excessiva à radiação.

Para aquelas que pessoas que padecem de cancro da pele todos os anos, a doença não se torna uma ameaça. Isto porque os tipos mais comuns de cancro da pele são ao nível das células basais e epiteliais que têm uma grande probabilidade de cura.

Contudo, o melanoma, que é outro tipo de cancro, é muito mais grave. Este tipo de cancro desenvolve-se nas células pigmentares da pele e pode alastrar-se pelo corpo todo.

Obviamente que não vai fechar-se em casa. Todos precisamos do ar livre para a nossa saúde física e mental. No entanto, não custará muito tomar algumas medidas preventivas em relação a si e aos seus.

Evitar os escaldões é um bom começo. A maior parte dos casos de melanoma ocorre em pessoas que recordam que, em determinada altura, alguns anos anos, sofreram escaldões ou queimaduras solares graves. Estatisticamente, estes decuidos acontecem mais na infância e na adolescência.

Certifique-se que as crianças e jovens não exageram no tempo de exposição ao sol. Os bebés, então, devem ser completamente afastados dessa exposição.

Escolha o protetor solar que melhor se adequa à pele. Swe tiver a pele clara, opte por um protetor solar de proteção superior a 30. Se a sua pele for escura, um de fator 15 deverá ser suficiente. Opte por um que o proteja contra os dois tipos de raios ultravioleta mais nocivos: o UVB e o UVA. A maior parte dos protetores protege contra os UVB, mas nem todos fazem o mesmo em relação aos UVA. Depois disso, veja se é um produto à prova de água. Opte por este tipo porque se conserva mais tempo na pele e permite-lhe banhar-se sem se preocupar em colocar novamente protetor. O uso de protetor deveria tornar-se um hábito diário, para que as zonas mais expostas do seu corpo não sejam afetadas. Não se esqueça dos lábios!

Use um chapéu de aba larga. Se a sua cara estiver à sombra de um chapéu, reduzirá em cerca de 40% o risco de cancro da pele no rosto.

A maior ilusão é a de que a roupa estando molhada nos protege mais. É precisamente o contrário. Devemos ter a roupa seca pois assim ela bloqueia melhor a ação do sol.

Estudos comprovaram que a ingestão de vitamina E pode diminuir os danos provocados pelo sol na pele. Deve tomá-la na sua forma natural. A vitamina C também minoriza os danos do sol na pele, mas esta deve ser aplicada de forma tópica. Aplique e deixe atuar alguns minutos. Depois continnue a sua rotina habitual de cuidados da pele.


Rua Direita

Título: Cancro da pele - cuide de si!

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Comentários - Cancro da pele - cuide de si!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios