Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > As Verdades e as Mentiras Sobre a Amamentação

As Verdades e as Mentiras Sobre a Amamentação

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
As Verdades e as Mentiras Sobre a Amamentação

Durante anos não existiam questões quanto à escolha de amamentar ou não. A mama era a fonte de alimento de qualquer bebé e em muito raras exceções as coisas eram feitas de outra forma.

Com o passar dos anos e com as alternativas, passaram a existir algumas ideias erradas e algumas verdades foram esquecidas.

Antes de qualquer assunto, há que perceber que o leite materno é a maior e melhor fonte de nutrientes para o bebé, pois inclui proteínas, açúcar, gordura, vitaminas e água. Para além disso previne de várias doenças como as meningites, pneumonias, várias alergias entre muitas outras doenças.

Uma das grandes verdades sobre o leite materno e que muitas vezes é desmentido á relativamente ao desenvolvimento do bebé. Tanto fisicamente como mentalmente, o leite materno só trás benefícios. Se tivermos em conta que amamentar promove uma ligação forte e única entre a mãe e o filho, esta teoria ganha ainda mais força.
Uma das questões frequentes é se as chuchas e os biberons interferem no aleitamento. Na realidade sim, pois o formato das tetinas (apesar das formas e modelos já muito avançados) não são como o mamilo. Recomenda-se que só se usem utensílios com tetinas depois do desmame.

Não posso guardar o leite! Esta afirmação não está correta, no entanto existem algumas regras. Deve guardá-lo no fresco logo após tirá-lo da mama. No frigorífico aguenta até 12 horas e no congelador até 1 semana.

Atenção ao stress pois é verdade que este pode secar o seu leite. Descontraia e goze o seu bebé.

A alimentação da mãe é fundamental para a qualidade do leite. Comida saudável pode até evitar as complicadas cólicas. Não ingira qualquer tipo de bebida alcoólica e beba muita água. O tabaco não ajuda em nada à qualidade do leite, pelo que acabar com os cigarros é o ideal.

Entre as mamadas coloque pomadinha hidratante nos seus mamilos. Pode acontecer ter algumas ranhuras e passara a encarar a amamentação como algo doloroso em vez de ser um momento de puro prazer.

Os bebés devem mamar de 2 em 2 horas? Esta indicação não está correta. Os bebés precisam de mamar cerca de 8 vezes por dia durante um período de 20 minutos (contando com as 2 mamas). No entanto podem ocorrer episódios em que o bebé necessite de mais mamadas. Eduque-o a comer bem em cada mamada. Acontece por vezes adormecerem e não comerem o suficiente, pelo que alimentá-lo de forma correta é o mais indicado. Esteja atenta a alguns sinais como quando o coloca no seu colo, ele procurar a mama ou colocar a mão na boca. Poderá ser sinal de fome.

Quanto à mãe, é verdade que o leite materno queima calorias e protege de algumas doenças como a anemia. A menstruação está adiada nesta fase ou pode ocorrer em quantidades mínimas. No entanto, existe o risco de engravidar.

Qualquer duvida que mantenha e que a preocupe, o melhor será falar com o seu médico e pediatra. Eles indicarão a melhor forma de amamentar e irão trazer-lhe alguma tranquilidade.

Amamente o seu bebé. Além de ser nutriente, rico e saudável é um laço que ficará para toda a vida. São momentos únicos que, jamais na sua vida, irá esquecer.


Carla Horta

Título: As Verdades e as Mentiras Sobre a Amamentação

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Comentários - As Verdades e as Mentiras Sobre a Amamentação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios