Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Aprenda a relaxar

Aprenda a relaxar

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
Aprenda a relaxar

Cada pessoa reage de maneira diferente ao stress, havendo situações que para uns são angustiantes e para outros, pelo contrário, perfeitamente suportáveis. O grau de suportabilidade do stress é pessoal e pode variar ao longo da vida. Existem agentes físicos stressantes, como os horários nocturnos, más posturas, esforços físicos violentos, ruído, temperaturas extremas e vibrações, e também factores psíquicos e emocionais: exames, competição com colegas, desafios, injustiças, divórcio, mudanças e obras em casa, discussões, entre muitos outros.

O stress é um dos piores inimigos da mulher. O cansaço acumulado irrita, altera a fisionomia, interfere na beleza do corpo, das unhas, do cabelo… Portanto, afigura-se muito útil lutar contra ele, começando por mudar alguns hábitos.

Por exemplo, começar a dormir bem (pelo menos oito horas por noite) e, se possível, fazer uma sesta de 20 minutos. Alimentar-se com inteligência, comendo devagar e de forma variada. Não se deve saltar refeições por falta de tempo nem abusar dos doces, que provocam uma sensação agradável mas pouco duradoura. Uma vez que o stress produz energia de sobra, estimulantes como café, chá, chocolate, álcool e tabaco ficam de parte.

É fundamental aprender a relaxar, controlando a respiração (inspirar pelo nariz e expirar pela boca) e concentrando-se em imagens aprazíveis: paisagens bonitas, recordações alegres da infância, …

Outro dos segredos é procurar o lado positivo da vida, numa busca incessante do optimismo. O riso é o melhor aliado para vencer a tensão. Aceitar os próprios erros e rir-se de si mesma é um remédio infalível.

Uma hora de exercício por dia ajuda a libertar a adrenalina e limpa a mente: andar de bicicleta, fazer natação, corrida, artes marciais em boa companhia, ou optar por danças de salão, caminhadas, golfe, yoga ou tai-chi.

Guardar os sentimentos serve apenas para explodir mais tarde. Ter a capacidade de transmitir as emoções reduz substancialmente o sofrimento.

Dedicar tempo aos hobbies, concentrando a energia numa actividade que produza prazer pode reduzir o stress.

Saber quais as fontes indutoras do stress é essencial para compreender a sua origem e organizar o dia. Há que escrever num papel os objectivos para a jornada e o modo de os alcançar.

Aceitar as próprias limitações, aprendendo a dizer «não» quando a superação é evidente significa optar pela qualidade de vida em detrimento da quantidade de trabalho. Não é sensato criar mais obrigações do que as necessárias!

Por fim, é preciso equilibrar o imenso desgaste físico que o stress gera com uma dieta rica em vitaminas e minerais: potássio (presente nas frutas e verduras), vitamina B5 (levedura da cerveja, legumes e produtos de origem animal – carne, peixe, fiado, lácteos e ovos), vitamina B6 (cereais integrais, fígado, nozes e vegetais frescos), vitamina C (citrinos e vegetais de cor), zinco (carne, marisco, legumes, cereais integrais e frutos secos) e magnésio (vegetais verdes, chocolate, frutos secos e cereais integrais).

Há ainda infusões relaxantes, como flor de tília, de laranjeira, limoeiro ou cidreira. A aromaterapia, com essências sedativas no banho, como a lavanda, laranja, melissa e salva produz o mesmo efeito.



Maria Bijóias

Título: Aprenda a relaxar

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

800 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Sofia NunesSofia Nunes

    15-09-2012 às 21:16:48

    Concordo com a ideia. Aprender a relaxar é essencial. É que relaxar não é sentarmo-nos à frente da televisão a roer as unhas face ao anúncio de novas medidas de austeridade. Relaxar é um momento preferencialmente pessoal, no qual o objetivo é livrarmo-nos de todas as tensões acumuladas ao longo do dia. Mas relaxar também não é fazer exercício. Pode, isso sim, vir a seguir ao exercício. Bastam quinze minutos a ouvir umas músicas relaxantes.

    ¬ Responder

Comentários - Aprenda a relaxar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios