Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Viva Feliz!

Viva Feliz!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Viva Feliz!

Construir relações saudáveis e duradouras é mais complicado do que formar uma grande empresa de sucesso. É necessária muita paciência, muito descernimento, muito autocontrolo e amor próprio e ao próximo. Manter o amor sublime numa relação, é mais complicado do que resolver fórmulas matemáticas de grande conhecimento.

O amor verdadeiro não se deixa comprar, dominar, seduzir, envolver com fama… ele é verdadeiro!

Cada vez mais se compram máquinas de diversas formas e com diversas funções que acabam por substituir o homem. Se pensarmos e refletirmos um pouco, talvez cheguemos à conclusão que durante o nosso dia estamos mais tempo em contacto com máquinas do que com seres humanos. Bem, e a verdade é esta, há menos conflitos, menos deceções, menos imprevistos e problemas. As máquinas podem deixar-nos dececionados mas não tanto como nos dececionamos com o ser humano. O ser humano é complicado e estranho. É uma incógnita, tem facetas e capacidades por descobrir, e algumas já descobertas são impressionantes.

Uma relação amorosa ou amistosa, onde duas pessoas se encontram juntam com objetivos ou obrigações semelhantes e tentam relacionar-se e juntar-se para atingir um fim, é deveras fascinante e complexo.

Duas mentes, duas vidas, dois destinos, duas almas que juntam e juram amor, não sabem nem percebem a importância e complexidade do que fazem. Podemos conviver com vários animais ao mesmo tempo, em perfeita harmonia, mas, se convivermos com um ser humano diversos conflitos são inevitáveis.

Todos nós falhamos, existem mulheres e homens maravilhosos, mas são seres humanos e erram. Não é necessário incluir na sua relação o ciúme doentio, a ansiedade, o medo de perder o companheiro,… tudo isto é desnecessário e impeditivo para a felicidade de um casal.

Quando o ciúme ou algum sentimento possessivo atacar a sua mente, lembre-se de que ninguém é dono de ninguém e mesmo quando uma relação termina, ninguém perde ninguém. Aquilo que partilhamos e as recordações que permanecem na mente de cada um de nós em relação aos demais, são memórias vivas e eternas. O que vivemos em conjunto jamais se esquece, jamais se perde. São estas memórias que nos ligam e enriquecem o nosso ser.

Não deixe que sentimentos errados incomodem a sua relação, seja inteligente!


Rua Direita

Título: Viva Feliz!

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

602 

Comentários - Viva Feliz!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios