Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Universidade: É O Caminho?

Universidade: É O Caminho?

Categoria: Outros
Universidade: É O Caminho?

Toda a minha vida, ouvi que seguir para a universidade seria o meu caminho. Estudei, fartei-me de estudar, tirei boas notas, más notas, perdi-me algures no caminho e, após uma enorme luta, entrei.

YAY! Finalmente entrei.
E agora?
Aquilo que pensei que seria o “caminho certo” pareceu-me tristemente desmotivador – assim como o estado de Portugal.

Em 2013, tínhamos 136,5 milhares de desempregados com o Ensino Superior completo. Neste momento, olho a meu redor e vejo amigos e colegas com Pós-Graduações desempregados. É este o nosso fado?

Tantos anos a fritar miolos, queimar dinheiro dos pais (que muitas das vezes também não o têm) para NADA? Qual é, então, o nosso caminho, neste momento?

Talvez passe por apostarmos em funções “esquecidas”, tal como sapateiros, padeiros, pedreiros, carpinteiros, canalizadores, etc.
Quase que arriscava em dizer: vamos todos apostar no sector primário!
Vamos ser agricultores e pescadores! (Neste momento, deve de haver emprego com fartura!).

Vamos voltar às origens e deixar o orgulho de lado, pois no meio de tanta amargura, não há canudo que nos salve! Vamos pôr a “mão na massa” e fazer este país andar para a frente!

Não me julguem, os mais incrédulos, mas não foi para isto que eu andei a estudar.

Não foi, também, culpa minha, o estado a que este país chegou.
Variadíssimas vezes já me passaram pela cabeça, confesso, pegar nas minhas malas e pôr-me a andar daqui para fora.

Tentar um futuro-não-longínquo fora deste cantinho à beira-mar plantado. Mas falta-me a coragem. Sim, sou cobarde. Quantos já foram e voltaram com menos do que levaram? Quantos já tentaram, meramente em vão? Não está fácil. E ninguém diz que vai melhorar.

Resta-nos arregaçar as mangas e lutar! Lutar para que o amanhã seja sempre melhor que hoje. Como? Meus amigos, adoraria ter resposta para isso, tal como o número do Euromilhões. Mas não existe resposta certa. Se houver quem a tenha, que a partilhe comigo, pois o desespero começa a ser maior que a positividade.

Muitas vezes dou por mim a rezar por este país. Por dias melhores. Por mim. Por nós. Espero que tudo melhore, que voltemos a ser o país que dá os bons dias com um sorriso no rosto. Entretanto, há sempre amanhã!

Legenda da imagem: Luz ao fundo do túnel


Cátia Neves

Título: Universidade: É O Caminho?

Autor: Cátia Neves (todos os textos)

Visitas: 0

370 

Comentários - Universidade: É O Caminho?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios