Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > População intelectual na Idade Média

População intelectual na Idade Média

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
População intelectual na Idade Média

No século XI, o ensino é muito concentrado no mosteiro, dirigido para a compreensão das escrituras. Para além destas escolas, surgem também alguns mestres eclesiásticos, que começam a evidenciar-se pela sua aptidão para o ensino. Ensinam a Gramática, a Retórica e a Dialética.

Nos finais do século, as escolas monásticas vão fechar-se para aqueles que não querem ser monges. O ensino público continua nas escolas das catedrais. Surgem os intelectuais em meios urbanos. Estes são sobretudo homens e podem ser filhos segundos da nobreza, da burguesia e dos camponeses. Através das traduções feitas na Itália e na Península Ibérica (grego e árabe), começava a conhecer-se o legado da humanidade. Vão surgir centros de cultura, como Paris. Contudo, estas cidades começaram a vivenciar alguns problemas. Criam-se grupos de estudantes marginais, da vida errante, vivendo dos expedientes. Criticaram a nobreza (orgulho sem mérito), os clérigos (vida contraditória com os princípios da igualdade), os próprios mestres e a burguesia (querem imitar a nobreza).

A figura intelectual mais conhecida do século XII foi Pedro Abelardo. Decidiu ir para Paris com um mestre, mas constata que este não tem nada para lhe oferecer. Teve que fugir de Paris e quando voltou começou a ensinar a Dialética. Porém, ainda não satisfeito, decidiu ir aprender com outro mestre, mas também este mestre nada tinha para lhe ensinar. Começou a ensinar Teologia e, entretanto, apaixonou-se por Heloísa, ela engravidou e ele foi obrigado a casar com ela. Decidem, mais tarde, separar-se e ir cada um para um convento. Pensando que a sua sobrinha tinha sido repudiada, o tio de Heloísa castrou Abelardo. Saiu do mosteiro e voltou, novamente, para Paris. Entrou em conflito com Bernardo de Claraval. Este tentou afoguentar os discípulos de Abelardo, mas não conseguiu. Queimou os seus livros.

Mais tarde, Pedro Abelardo refugiou-se no Mosteiro de Cluny, não voltando a ensinar.

Durante a sua vida, tentou ensinar a fé pela razão.

No século XIII, surgiu as Universidades. Algumas Universidades surgiram de forma espontânea e outras por vontade de papas e reis. Estes rodeavam-se de intelectuais para realizar determinadas funções. Os cursos de destaque eram o Direito, a Teologia e a Medicina.


Daniela Vicente

Título: População intelectual na Idade Média

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Comentários - População intelectual na Idade Média

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Eventos
Como Organizar Qualquer Tipo De Evento\"Rua
Com todas as mudanças no mundo precisamos de pessoas capacitadas e qualificadas para se organizar um evento de porte. Não mais uma pessoa que faz tudo, que quebra-galho, mas um profissional estudioso no ramo para levar um evento de grande estima que atinja seu público de forma satisfatória e abrangente.

Para estar na frente exige-se muito trabalho, esforço e dedicação extrema para que se obtenha grande sucesso não somente para quem recebe como também para a própria instituição em que se realiza o evento. Isso tem causado uma procura por esses profissionais e até tem sido reconhecido como uma profissão que será valorizada muito nesses próximos anos.

Como Organizar?

Para estar na frente de um evento é necessário muita dedicação e amor. Muitas horas planejando e com uma grande antecedência. Pois, qualquer problema que ocorra no dia, será de responsabilidade de quem está organizando.

Então, todos os cuidados devem ser levados em consideração, devemos ter ações prevenidas e tudo deve ser listado, feito e dado uma atenção especial. Diante dos que se pretende fazer em um evento seja ele cultural, religioso, comercial, precisa de alguns parâmetros para serem seguidos cuja finalização tenha muito sucesso.

Eis quais são as etapas para você compreender melhor:
1. Objetivos: você deve primeiramente traçar um objetivo daquilo que se pretende realizar. Deve ser dividido em duas partes: a geral e a específica;

2. Públicos: quem são os públicos que serão atingidos? É um grupo de mulheres, um grupo de homens? Que faixa de idade? Essas e outras perguntas devem ser feitas;

3. Estratégias: essas estratégias consistem simplesmente em como você vai atingir o seu público, o que mais irá atraí-los para que possam ir ao seu evento?

4. Recursos: os recursos tanto materiais, humanos, físicos, todos esses recursos devem ser bem estruturados e anotados;

5. Implantação: Que métodos serão usados para o evento desde o início até o término do evento? Refere-se a todos os procedimentos;

6. Acompanhamento e controle: estipular alguém que irá acompanhar todo o processo e controlar, como por exemplo, as despesas;

7. Avaliação: feita após o término do evento, ela é produzida em formato de relatório e entregue a quem organizou o evento;

8. Orçamento Previsto: este deve ser feito bem detalhado. Uma das mais importantes partes de todo o evento. Pode buscar patrocínio, parcerias com empresas para assim evitar os gastos, mas tudo deve ser anotado e controlado.

Pesquisar mais textos:

Luene Zarco

Título:Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Autor:Luene Zarco(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios