Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > E tu, és feliz?

E tu, és feliz?

Categoria: Outros
E tu, és feliz?

É tão fácil dizer que a felicidade não existe…

Sim, nem todos os dias correm da melhor maneira, é verdade!

Ou é o chefe que refila porque o trabalho não está em dia, ou é algum colega que não nos diz bom dia e nos tira logo a vontade de trabalhar, ou somos nós que simplesmente não estamos nos nossos melhores dias.

Há tanta coisa que nos inquieta!

Algumas simples, outras nem tanto, mas será que não nos queixamos muitas vezes sem motivo?

Será que as contas por pagar; o jantar que não nos apetece fazer; a roupa que não temos vontade de passar; o chato do marido que não se cala um minuto, ou que, pelo contrário, entra em casa mudo e deita-se calado; os miúdos que não sossegam; ou até mesmo a voltinha ao café da esquina a seguir ao jantar, são coisas assim tão chatas e infelizes?

Não desvalorizando a constante rotina do dia-a-dia e a sua capacidade de nos roubar alguns sorrisos, parece-me a mim que se pensarmos um pouco, conseguimos retirar daí
pequenos prazeres, que se nos faltassem, iriamos com certeza exclamar "eu era feliz"!

Acredito que andam por ai muitas almas perdidas que dariam o Mundo para ter alguém que os chateasse porque o jantar não está na mesa a horas, que iam até ao fim da vida para poder dar só mais um beijo a um filho que já não têm...

Acredito que a felicidade está mesmo nas pequenas coisas, mas que tomam uma dimensão imensa no exacto momento em que deixam de existir!

Quem dera a muita gente estar neste preciso momento a passar a roupa dum marido “surdo-mudo”, mas que lhe trazia flores quando menos ela esperava; ou a gritar com a amiga que lhe disse que estava “gordinha” (depois de a ter convencido a comprar umas calças 36 que não lhe passavam dos joelhos para cima); ou simplesmente a ralhar com um filho que teimava em não adormecer, e que agora não sabe se ele ainda acorda todos os dias numa cama que não a dele, ou se simplesmente...não acorda!

Sim, o meu chefe às vezes é chato, mas nem tanto que me aborreça por demais!

Passar a roupa não é o meu programa ideal de fim-de-semana, nem tão pouco cozinhar todos os dias, mas só o simples facto de me deitar todas as noites e ter a minha filha ao meu lado a descansar na cama que lhe pertence, vale por todas as coisas menos boas do dia-a-dia!

Isso é felicidade! E existe….na cama ao lado da minha!

Ali…mesmo ao meu lado...tão perto de mim!

E esta, é “só" uma das felizes realidades da minha rotina diária…
É fácil dizer que a felicidade não existe, porque é difícil acreditar que já somos felizes!...

Se alguém me perguntar porque é que sou feliz, responderei apenas “porque sim!”...Apenas a infelicidade precisa de justificação.


Ana Mendonça

Título: E tu, és feliz?

Autor: Ana Mendonça (todos os textos)

Visitas: 0

621 

Comentários - E tu, és feliz?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios