Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Cursos Profissionalizantes e o Mercado de Trabalho Brasileiro

Cursos Profissionalizantes e o Mercado de Trabalho Brasileiro

Categoria: Outros
Visitas: 4
Cursos Profissionalizantes e o Mercado de Trabalho Brasileiro

O Mercado de Trabalho é um Mundo de desafios onde somente os mais preparados conseguem êxito. É a famosa selva de pedra, onde os mais fortes sobrevivem e no mundo Global com informações à toda a velocidade não se pode dar ao luxo de acomodar-se à sombra por muito tempo.

Para conseguir o seu lugar ao Sol o profissional, de qualquer área, deve estar em processo de constante atualização, pois senão fica para trás.

Inclusive uma grande ferramenta para esta atualização é a Internet com conhecimento massificado e globalizado, onde você pode obter não só o conhecimento engessado dos livros, como também pode contar com ponto de vista de profissionais que já trilharam e obtiveram sucesso no caminho em que você pretende ou já está trilhando.

Nesta guerra da selva de pedra você pode ter um grande aliado. Os cursos profissionalizantes, que são uma forma razoavelmente rápida de crescer na própria empresa onde você trabalha ou em outros locais onde você almeje trabalhar.

Atualmente essa modalidade de cursos conta com uma vasta Gama em seu portfólio, atendendo a todas as áreas do conhecimento com cursos de pequena à média duração, geralmente atendendo à lei dos Cursos FIC (Cursos de Formação Inicial e Continuada), também chamados de cursos Profissionalizantes ou Livres permitidos pelo MEC e pela Lei N. 9.394/96, que define algumas diretrizes para tais cursos.

Infelizmente, como em todos os ramos profissionais, existem os bons e os maus, e geralmente você só vai descobrir quando levar o Certificado do curso a uma empresa em busca de emprego e o mesmo for rejeitado. Eu mesmo já tive aluno que fez curso em uma determinada Instituição e quando já estava empregado a empresa passou por Auditoria e foi descoberto pelos auditores que seu Certificado não era válido, causando a demissão do mesmo e levando-o a fazer o curso novamente em Instituição Reconhecida pelo MEC.

De olho nas dicas para que você possa avaliar melhor as Instituições onde pretende fazer algum curso:

Dica 1- Procure instituições que tenham tradição e anos de atuação no mercado. Apesar de geralmente trabalharem com valores maiores em seus cursos, podem respaldar melhor os mesmos e são mais aceitos pelas Empresas.

Dica2- Procure se informar na Instituição, antes de fazer a inscrição, sobre quem Assina o curso, pois Certificados só podem ser validados por Técnicos da área com Registro no Conselho da Categoria.

Dica 3- Procure se informar com alguém que já tenha feito curso no local, para saber qual é a Didática aplicada. Cursos que não sabem administrar concomitantemente aulas teóricas e práticas não agregarão muito a seu conhecimento e ainda existem os que prometem mundos e fundos a quem se inscreve, mas depois tem dificuldade em cumprir as promessas.
Fique de olho!
Em próximos artigos trarei dicas sobre os melhores e mais remunerados cursos e os requisitos adicionais para se firmar em cada uma dessas áreas.
Obrigado.


David Matos

Título: Cursos Profissionalizantes e o Mercado de Trabalho Brasileiro

Autor: David Matos (todos os textos)

Visitas: 4

0 

Comentários - Cursos Profissionalizantes e o Mercado de Trabalho Brasileiro

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios