Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A momentos do fim…

A momentos do fim…

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Comentários: 3
A momentos do fim…

Acredito que aqueles de nós mais atentos ao mundo ao nosso redor, seja através dos média, das conversas que temos com os nossos amigos ou através das conversas que ouvimos sem querer, percebemos que tem vindo a surgir nos últimos anos uma nova ideia um pouco radical em relação futuro. Que algo de grande e de diferente estará para acontecer, o fim.

Se ainda não se apercebeu disto, desta nova ideia viral deverá tomar mais atenção ao que se passa ao seu redor.




O ser humano sempre teve em si a ideia que o planeta, tal como nós, não é eterno. Nada na natureza o é, e portanto, ideias de que por um qualquer motivo o mundo tal como o conhecemos, chegará um dia ao fim, sempre esteve presente na história e religiões humanas.

Assim, de X em X tempo este tipo de conversa vem sempre à tona.

Seja, a bíblia cristã e o seu apocalipse, sejam os maias e as suas profecias, seja o oraculo de Delfos, o I-Ching ou até mesmo, um supercomputador qualquer usado para calcular grandes mudanças nos mercados internacionais, que diz que a partir de um data em particular, não existirá mais nada para calcular (Dezembro de 2012), temos vindo a receber informação de várias fontes que nos dizem para nos prepararmos para uma altura de grandes mudanças.
Os místicos e pessoas que se dizem espirituais dizem que se aproxima um qualquer evento que causará uma grande mudança no nosso planeta.




Será que é mesmo assim? Ou será esta uma ideia ou noção que é partilhada por todos nós através de uma espécie de rede neural invisível partilhada por todos os seres vivos neste planeta (conceito New Age) ou é isto apenas um fenómeno ou desejo inconsciente de libertação, resultante das mentes cansadas de uma Humanidade sem esperança de um melhor amanhã (fator resultante da crise financeira que se tem vindo a sentir nos últimos anos)!?

Muitas são as teorias, mas a única verdadeira certeza é que a qualquer momento poderá dar-se um qualquer evento catastrófico resultante da fragilidade do nosso planeta enquanto um astro no vácuo que é o espaço infinito do nosso universo.

Não nos vale de nada enraizar teorias apocalípticas, acredito sim que, resta-nos apenas viver a nossa vida da melhor maneira possível e sentirmo-nos plenos na curta e fantástica viagem que pode ser a nossa presença neste planeta, sermos felizes.






Bruno Jorge

Título: A momentos do fim…

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 0

603 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Kizua UriasKizua

    18-08-2014 às 05:35:14

    Sabemos que um dia ele chega, mesmo que seja o fim de sua vida com a inevitável morte.

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    03-10-2012 às 01:42:14

    Fico me perguntando como as pessoas criam essas teorias. No fundo, acho que é uma forma de fuga, apoio, como a religião e as relações em geral. O problema é que essa preocupação fará com que pensemos em viver intensamente nas últimas horas. Pessoas passam a vida sozinhas, preocupadas em conquistar mais e mais, sem importar com sentimentos puros como o amor.
    A publicidade em torno desse evento pode até gerar algo, mas creio que o fim dos tempos pode ser algo mais teórico, abstrato... o fim de uma era, um estilo de vida, um pensamento. Não necessariamente alienígenas invadirão o planeta, ou morreremos afogados, queimados, congelados, explodidos....

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria João Martins

    01-10-2012 às 11:26:25

    Adorei este texto. É verdade que realmente há pessoas a ficar um bocado paranóicas acerca deste assunto. Vê-se no cinema, vê-se nas noticias acerca de seitas que se preparam para um evento apocalíptico eminente, documentários acerca de catástrofes. Lembro-me que em 2000 foi exactamente a mesma coisa e viu-se que não aconteceu nada. Enfim... mas gostei muito do texto. Força ai Bruno

    ¬ Responder

Comentários - A momentos do fim…

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios