Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A Lenda Da Regaleira Parte 1

A Lenda Da Regaleira Parte 1

Categoria: Outros
Visitas: 18
A Lenda Da Regaleira Parte 1

Era uma vez, uma princesa chamada Maria, que vivia no palácio da Regaleira, ela vivia com os pais, estes eram tiranos, austeros e controladores que queriam controlar a vida da princesa.

Perto desse palácio existia uma torre e uma gruta. Dentro desta gruta vivia um feiticeiro chamado Filipe. Um dia o mago Filipe saiu da sua gruta e foi passear pela quinta da Regaleira, em busca de ingredientes para fazer uma das suas poções. Nesse mesmo dia, durante este passeio, ele cruzou-se com a princesa Maria.

A Maria era bela princesa, doce e amável, Filipe desde o primeiro dia em que viu a princesa ficou apaixonado por ela, mas ele era um simples mago da vila.

O filipe queria demonstrar o amor que sentia por ela mas ele era pobre, não era de família nobre, e muito menos a família dele tinha brasão. A única coisa que podia oferecer a ela era a sua sabedoria antiga sobre a “antiga religião”, a feitiçaria.

O feiticeiro não tinha ouro mas sabia como produzi-lo, mas de que servia produzir esse ouro se não era nobre. Havia o perigo se os cobradores de impostos do reino vissem o ouro produzido por ele, mandavam-no executar por ser ladrão ou por fazer feitiçaria. Visto que neste reino existia a inquisição, se apanhassem alguém a fazer coisas do género, tinham como pena a morte na fogueira.

Mesmo assim, o mago Filipe não desistiu do seu amor pela princesa Maria e sempre olhou por ela mesmo de longe.

A Maria só podia sair do seu palácio, de tempos a tempos, devido aos seus pais serem rigorosos. Naquela época eram os pais que decidiam com quem casar as suas filhas. Por isso, os reis apresentaram vários cavaleiros, à Maria mas ela nunca interessava por eles devido à sua arrogância, machismo, tirania e controlo destes. A princesa odiava isto, odiava ser controlada e ser usada como um acessório.

A Princesa Maria quando ficava triste pintava lindos quadros, sobre lindas paisagens vistas na sua varanda na quinta.

Será que filipe conseguirá algum dia conquistar o coração de maria?
Será que Maria cederá aos seus pais os Reis, e casará com um nobre cavaleiro?
Será que Maria sabe dos sentimentos de Filipe por ela? E se sabe como ela se sentirá?
Isso e muito mais saberá no próxima parte da “ A Lenda da Regaleira”.


André_o_comentador

Título: A Lenda Da Regaleira Parte 1

Autor: André_o_comentador André_o_comentador (todos os textos)

Visitas: 18

634 

Comentários - A Lenda Da Regaleira Parte 1

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios