Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Poesias de Hoje - Desumana

Poesias de Hoje - Desumana

Categoria: Literatura
Visitas: 2
Poesias de Hoje - Desumana

Desumana
Desumana é este comportamento
Que intimida e desmoraliza o outro
Que ao invés de desejar-te raios e trovões
Além de a morte,
Deseja-te rosas emaranhadas
Por orquídeas além de a imensidão
Não tão somente do céu,
Mas sim de todo o universo
Multiplicado por infinitas vezes para
A exploração de uma paixão
Que pune a ilusão e a escuridão por intermédio
Da imensidão sem fim.

Por culpa
Por conta da desonrosa ilusão
Que trancafiou o meu coração
Numa imensidão
Sem o dom de ser tocado pela paixão,
O coração
Que pune veementemente a solidão
Que se agiganta na presença do fogo
Do amor que não seja a ser como a paixão,
Embora seja tão quão angelical suavizando sua forma de ser.


A Máscara
A máscara que esconde quem
Verdadeiramente é quem diz amar
Quem ama sem sentir ser amado
Por aquele que de todas as formas
Sejam erradas ou não demonstra o amor
Que parece tentar esconder mesmo que seja
Um indício do resquício de um infortúnio incendeia
De um coração
Tão grande quanto à imensidão do Céu
Como a de todo o infinito que não se conjuga
Ao tamanho do amor e de todo
O desprezo à ilusão.

Desprezo
Desprezo o teu bem querer
Que eres o meu mal querer
Embora seja o nosso bem querer
Que nada se condiz ao futuro guardado nas estrelas
E preservados por nossos sonhos de seguir a eternidade
E a plenitude do sagrado amor de Deus e
O afeto dentre as nossas almas.

O Afeto
A atração que há de envolvente
Dentre os nossos corações
Que os fazem unirem diante à imensidão
Na casa do sagrado Deus
Com quem mais que o afeto procurou,
Além do imensurável amor infinito,
Além da vossa misericórdia,
Além de todas as coisas más das quais o amor
De Deus a de prevalecer mesmo quanto mais tardia
O percebemos a vossa companhia em nossos corações
Que silencia as nossas almas
E acalmando o espírito.

Acalma-Te
Acalma-te o coração apagando
O fogo que o incendeia por dentro
Suprindo-se da necessidade de um novo amor
Trilhando um novo caminho,
Estancando o sangue que escorre da alma
Com a convulsão recorrente
Da paixão pela qual se foi pela dor
De tão veementemente e
Com persistência perdurar até o infinito
Da vida de sua alma que não fez calando a voz do amor
Que deixou que se se torna uma paixão
Tão quão viciante,
Tão quão doce e mortífera.


Livra-se
Livra-se desta pessoa que somente
Parece-te um grude sem se quer ter
Um mínimo ou delicado significado
Mas não o permita que caísse na rede da solidão,
Nas graças da depressão,
Ou nas garras da ilusão que
Perturba o coração
Fazendo a paixão perder o significado
Do medíocre valor mesmo que doa e
Que para a outra pessoa o amor esteja valendo
A própria vida assim como a paz do coração,
Mesmo que o amor nunca pareça ter fim já que
Também esteja escondendo um sentimento
Que vale mais do que a sensação de estar preso a ti
Mesmo que esteja voando para ti e por isso nunca diga adeus.


Kaique Barros

Título: Poesias de Hoje - Desumana

Autor: Kaique Barros (todos os textos)

Visitas: 2

0 

Comentários - Poesias de Hoje - Desumana

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios