Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Os brasileiros são caipiras?

Os brasileiros são caipiras?

Categoria: Literatura
Os brasileiros são caipiras?

Em tempos de polarização extrema em que a política brasileira parece se resumir a petistas e tucanos, uma declaração infeliz do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, feita ainda no século passado, sempre surge nas redes sociais e causa polêmica ao lembrar aos caipiras que o Jeca, que nunca existiu, ainda existe.

Na fala que surpreende por partir de um sociólogo, FHC declara, numa visita a Portugal, que depois de viajar para outros países havia descoberto que o brasileiro era caipira. A declaração demonstra preconceito e desinformação por parte do declarante que tentou se explicar depois atribuindo ao termo "caipira" outro significado que não o pejorativo.

Contextos e polêmicas à parte, o fato é que fica difícil acreditar em sua boa intenção ao chamar os brasileiros de caipiras. E se a intenção era nos diminuir com a palavra que nos identifica, ele reproduziu um estereótipo forjado nos confins da chamada Paulistânea e consolidado no século XX, emblematicamente, com Urupês, o livro em que Monteiro Lobato define o caipira como um ser indolente, vagabundo, doente e perigoso, uma espécie de verme.

Não tenho certeza do que realmente Fernando Henrique quis nos chamar, mas certamente não foi de caipira, não no sentido correto da palavra.

Apenas parte dos brasileiros é caipira, a que nasce ou adota o modo de vida cristalizado na Paulistânea que compreende os estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Espírito Santo e parte do Paraná. Os demais, na consistente definição de Darcy Ribeiro, no livro O Povo Brasileiro, são: caboclos, sertanejos, crioulos e gaúchos. Logo, chamar os brasileiros de caipira foi reduzir o Brasil à Paulistânea. Além disso, ser caipira não nos coloca abaixo de povo algum como parece ter sugerido o ex-presidente.

Ao contrário, nos eleva, não acima de ninguém, mas ao nível ideal para olharmos nos olhos de qualquer burguês que se julga superior e dividir com ele a relevância cultural que temos de sobra.

As três grandes culturas que formaram o Brasil se fundiram de forma tão intensa e complexa para formar o caipira que a compreensão do que somos escapa à capacidade cognitiva da burguesia. Sentindo mais o Brasil, o ex-presidente e sociólogo saberia que o uso do termo “caipira” no sentido pejorativo reduz o caipira ao Jeca Tatu (mero personagem literário mitificado) e despreza séculos de cultura, arte e História que a alma caipira ainda conserva, literalmente, em seu conservadorismo característico.

A distância entre o caipira e o Jeca é tão grande que ultrapassa os domínios da semântica. É muito maior, por exemplo, que a distância entre tucanos e petistas, que às vezes, como diria o caipira mais desbocado, não passa da distância entre a moita e a bananeira.


Luiz Mozzambani Neto

Título: Os brasileiros são caipiras?

Autor: Luiz Mozzambani Neto (todos os textos)

Visitas: 0

207 

Comentários - Os brasileiros são caipiras?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios