Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > A Separação...Parte 2

A Separação...Parte 2

Categoria: Literatura
A Separação...Parte 2

Superar uma separação não é fácil,mas nada melhor que o tempo.Eu, como sempre, tentando superar todas as dores de perdas e traições,e juro que não foi fácil.
Mas o melhor de tudo é que as dores me deixaram mais fortes,e eu havia construído o meu Castelo em cima da areia,e por isso as ondas derrubaram.
E o engraçado que depois de errar uma vez,você aprende a não errar mais.
E não adianta querer mudar aquela pessoa que está do seu lado.
Você tem que mudar o seu jeito de pensar,e não querer se vingar dos outros,pelo o que fizeram a você.Isso é terrível,medonho e desumano.
Tentar se vingar ,é o mesmo que provar para os outros que você continua a mesma pessoa.
E depois de muitas lágrimas,eu cheguei a conclusão que essas lágrimas que eu derramei me fizeram um bem enorme.
Por que uma gargalhada pode fazer bem aos ouvidos,mas uma lágrima ela se materializa em suas mãos.
Nunca pensei em me vingar,e tive vontade disso.
Tive todos os sentimentos e pensamentos de vingança dentro de mim,só que alguma coisa me fez não por nada em prática.A verdade é que eu não queria que as pessoas perdessem a admiração que tinham por mim,e nem meu ex marido.Não queria que ele deixasse de gostar de mim,mesmo que não fosse mais como mulher,mas sim como amiga.Por isso, preferi me calar..e nada melhor que o tempo para mostrar que tomei a atitude mais acertada.
Hoje somos amigos,ele vem ver meu filho de 15 em 15 dias,conversamos bastante pelo telefone.
E assim vamos levando a vida.Me casei novamente e tenho uma filhinha linda de 02 anos.
Não digo que ainda Amo esse homem,digo que o respeito.
Hoje ele tem outro filho com 01 ano e meio,e cada um tem a sua vida.
E dai,converso com minha ex sogra normalmente,cumprimento as pessoas na rua,e não dei motivos para ninguém falar de mim,pois também se alguém falasse algo,não iria me importar.

Por isso digo,é bobagem se vingar..
Tente ser amiga,pois os pais se separam..mas os filhos não.
Nunca coloquei meu filho contra o pai,sempre quis que fossemos amigos.
Para que se vingar..isso não valeria de nada hoje em minha vida.
Hoje meu filho tem 12 anos e minha vida esta bem Obrigada..
Mulheres sejam inteligentes,sejam amigas de seus ex..
Afinal nunca se sabe o dia de amanhã..
Pois o Amanhã pertence a Deus..

Patricia Santos

Título: A Separação...Parte 2

Autor: Patricia Santos (todos os textos)

Visitas: 0

638 

Comentários - A Separação...Parte 2

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios