Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > O Constrangimento Espiritual

O Constrangimento Espiritual

Categoria: Evangélicas
O Constrangimento Espiritual

“Pois o amor de Cristo nos constrange, julgando nós isto: um morreu por todos; logo, todos morreram.” (2 Coríntios 5.14)

Ninguém pode viver uma vida espiritual de total qualidade sem ter uma experiência pessoal com o Espírito Santo soprado pelo próprio Senhor Jesus. O constrangimento é uma coisa vergonhosa que sentimos ou temos. É uma insatisfação, um desagrado e como o nosso foco é a vida espiritual podemos levar isso para essa tão preciosa área. Graças a Deus somos constrangidos para amar ao Senhor Jesus Cristo por meio do Evangelho do Reino que Ele próprio nos ensinou.

Para construir um relacionamento firme com Deus é preciso ter muita paciência e dedicação a sua vontade. O amor de Cristo nos dá o dom do arrependimento que é o constrangimento espiritual que devemos possuir em nossa vida. Muitos pensam que o constrangimento espiritual é apenas a vergonha que sentimos em determinados momentos por conta do preconceito da sociedade para com os cristãos ou a humilhação que sofremos diante aos homens por causa do amor de Cristo. Não é só isso!

O constrangimento espiritual é o ato de arrependimento que possuímos por conta do amor de Cristo gerado em nosso interior nos levantando da morte e nos levando para a vida eterna com Deus. Jesus Cristo morreu junto conosco e nos resgatou das trevas e da morte eterna. Essa promessa é para os que creem em seu glorioso nome e passa a viver uma vida reta diante de Deus. O amor de Cristo é incondicional.

Não precisamos sentir vergonha por ser considerados cristãos para a sociedade. Temos mesmo é que nos alegrar pelas humilhações que enfrentamos por conta do nome de Jesus Cristo. Esse constrangimento que enfrentamos é para a Glória de nosso Deus provando a nossa fidelidade ao Senhor. Quem realmente espera pela sua salvação na volta de Jesus Cristo viverá diversos momentos constrangedores por amor a Cristo.

Que momentos são esses? São momentos onde a nossa alma ficará aborrecida por conta das perseguições, calúnias e difamações por conta da nossa pessoa. Seremos odiados por todas as nações e povos simplesmente porque seguimos a Jesus Cristo. E para viver com Deus somente quem está disposto a sacrificar a sua própria vida tanto física como espiritual alcançará a vida eterna entrando pela porta estreita. O caráter do servo de Deus é exatamente a sua perseverança diante a tantos constrangimentos em sua vida espiritual. Por amor a Cristo ele enfrenta toda e qualquer circunstância para seguir o caminho de Deus porque Ele sabe que foi isso que o seu Senhor fez pela sua pessoa.

E quando realmente amamos a Deus com todo o fervor de nosso coração e alma nós ficamos loucos na fé pelo Reino de Deus. Nós fazemos de tudo e enfrentamos o que for preciso para entrar na Glória de Deus. Esse é o amor constrangedor de Jesus Cristo. A nossa vida com Deus automaticamente constrangerá as pessoas que ainda não vivem no amor de Deus ou não conhecem a Verdade. Mas neste caso constrangerá de maneira negativa.

Seus amigos, familiares e os demais que não conhecem a Deus não aprovarão as práticas de fé realizadas pela sua vida. Ou acha mesmo que as trevas dentro das pessoas suportariam a Luz que brilha eternamente dentro de você? Aparentemente, os cristãos não possuem nenhuma vantagem porque estão fadados ao sofrimento e constrangimento em todos os sentidos, exceto espiritual. Só a Paz de Deus que reina no coração dos que conheceram o amor de Cristo é capaz de vencer todo o inferno que se levantará contra os eleitos de Deus. Vale a pena sofrer por amor a Cristo porque Ele fez o mesmo por nós sem murmurar e sem reclamar.

Fez tudo por amor as almas sofridas e mesmo assim não nos obrigou. Deus é tão maravilhoso que nos deu o direito de escolha. Ou vivemos para Cristo ou vivemos para as nossas vontades sendo a nossa vida mergulhada no sofrimento eterno.

O amor constrangedor de Jesus Cristo faz o nosso coração viver totalmente prostrado diante do Trono de Deus com arrependimento sincero. Este constrangimento que recebemos nos dá forças para abandonar a vida velha e seguir uma nova com Jesus Cristo. Todos os que foram batizados nas águas com sincero coração, hoje quando olham para o passado logo pensam: “Como pode eu ter feito tudo aquilo? Quanto tempo eu perdi neste mundo!” Exatamente como o amor grandioso de Deus age. Ele é assim mesmo.

O valor que Deus nos dá traz ao nosso coração o desejo de se envergonhar de nossos pecados, desprezar a vontade carnal mesmo que doa no coração enganoso e com isso ter o privilégio de seguir o caminho de Cristo. Quem realmente vive com Deus faz loucuras por amor a Deus e pelas coisas espirituais. É o que devemos fazer todos os dias! O mundo mostra o seu amor fazendo loucuras para o diabo. E por que nós como verdadeiros cristãos não podemos chamar a atenção global para a direção de Deus? Não é verdade? Imagine se todos os cristãos fossem totalmente unidos como no passado? O inferno estaria na falência de almas.

Portanto, viva esse amor de Deus que constrange o nosso ser e nos leva para mais perto do Reino dos céus. E o vencedor será honrado com uma recompensa eterna. A nossa vida no Paraíso é indescritível. Com o arrependimento que Deus nos deu podemos seguir a caminhada sem nunca deixar de cuidar de nossa entrega a Deus. O amor de Cristo desagrada o mundo porque o mundo pertence ao diabo. Se você está no mundo você não pertence a Deus e sim é inimigo de Deus por fazer parte do reino das trevas. É esse o “amor” que você diz ter para Deus? Abra os seus olhos! Neste momento seu íntimo sente os pecados cometidos, mas junto com o arrependimento o Espírito Santo te concede o perdão, basta você mesmo tomar uma atitude e mudar de vida.

Jesus Cristo morreu por todos nós e os nossos pecados ficaram na cruz do Calvário. Não há nada que possa impedir o perdão de Deus de inundar o nosso ser. Não existe nenhuma barreira infernal capaz de suportar o poder de Deus quando permitido dentro da vida de uma pessoa. Se arrependa e viva o amor de Cristo! Não despreze o Único que foi capaz de provar que te ama a ponto de dar a sua própria vida. Você pode não vê-Lo, mas Ele está perto de você. Convide-O! Ele mudará a sua história de vida.


Natanael Genoel

Título: O Constrangimento Espiritual

Autor: Natanael Genoel (todos os textos)

Visitas: 0

467 

Comentários - O Constrangimento Espiritual

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios