Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > Dramatizando História Bíblica Para Crianças – Não Toque!

Dramatizando História Bíblica Para Crianças – Não Toque!

Categoria: Evangélicas
Dramatizando História Bíblica Para Crianças – Não Toque!

Instrução:
Coloque o pirulitão no meio da sala, perto dele deixe a faixa escrita “Não Toque”. Por trás do pirulitão coloque a faixa “Pecado” (as crianças não poderão saber). Deixe pronto o pet com um pouco de água e separe o café para usar após a dramatização.

Início:
Música alegre no fundo e coloque o pirulitão no meio da salinha juntamente com todas as faixas. Passa uma criança e se depara com o pirulitão, lê o que está escrito e vai embora. Você, vindo da escola, olha para esse pirulitão, quando você quer pegá-lo, lê a faixa escrita “Não Toque”. Fica brincando, debochando da frase, rindo, e fica pensando “Não Toque? Que nada, que mal faz tocar nesse pirulitão?” Faz que vai tocar umas 2 vezes e na 3 vez toca nele. Porém, sua mão gruda no pirulitão, nesse momento, passa uns colegas, acena para ela, ela disfarça e não pede ajuda.

Tenta arrancar o pirulitão e não consegue de nenhum jeito. Começa a chorar, espernear, até que passa uma coleguinha com uma bíblia na mão, pergunta o que ela tem. Ela finalmente diz, sua colega abre a bíblia, fala de Deus, ela não quer, rejeita. Ela diz: “Eu não preciso da ajuda de Deus, tá bom?” Sua colega de novo fala do amor de Jesus, ela aos poucos, aceita a ajuda. Ouve o que Jesus fez por ela, que a verdade liberta das coisas que nos tornam presas. Liberta dos vícios, da mentira, da desobediência, da morte.

Através da cruz de Cristo, somos salvos da morte. Naquele momento, ela recebe Jesus e quando percebe, conseguiu se libertar do que a estava prendendo no pirulitão. A partir de agora, ela mostra a outra face do pirulitão, um pirulitão todo escuro com a faixa: “Pecado”. Ela joga o pirulitão no chão, abraça sua colega e vai embora feliz.
Crianças, o pecado nos torna presas. O pirulitão é apenas um exemplo de quando Deus diz: “Não toque”. Poderia ser qualquer objeto. Se Ele manda obedecer, então, obedeça. Não fique brincando com o pecado, achando que pode tudo, que ninguém está vendo. Deus tudo vê. Vamos lembrar o que é pecado. O que é pecado? É tudo aquilo que eu penso, faço, penso, ouço que não agrada a Deus. Deus fica muito triste com o pecado. Sabe porquê? Porque pecado foi o que nos separou Dele e nos separa até hoje. É como essa história que irei contar:

1 – Coloque o pet com um pouco de água. Explique que no início Deus havia criado o ser humano com perfeição, que nosso coração era limpo como essa água;

2 – Mas, crianças, o primeiro casal desobedeceu a ordem de Deus, como essa ordem “Não toque” que acabamos de ver. Lá em Gênesis 2 e 3 fala sobre a queda do homem(conte resumidamente o que houve). E com isso, o pecado entrou neles e em todos nós, da seguinte forma: jogue o café para ficar escuro (mexa com uma colher);

3 – E isso nos afastou de Deus e do seu amor. Todos somos pecadores em Romanos 3:23 diz isso: Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus. Mas crianças, algo aconteceu para resolver esse problema. Deus enviou o seu único Filho, Jesus, Ele veio em forma humana, nunca pecou, Ele morreu na cruz por todos os nossos pecados e nos salva hoje de tudo que nos prende;

4 – Quando queremos que Ele nos liberte de tudo que nos prende, sabe o que acontece? Olha só: Fique jogando água até desaparecer o escuro. Enquanto desaparece, você diz que precisa reconhecer que é pecador e que precisa de salvação, você o recebe em seu coração e Ele vai transformando seu coração. Quando Jesus entra, Ele deixa nosso coração dessa forma (limpo). A bíblia diz que você vai pecar, mas quando confessamos, Ele limpa de novo. Lá em 1 João 1:9 diz isso. Você vai lendo a bíblia, você vem pro Um com Deus todo domingo, você decora a palavra de Deus e assim, Ele vai limpando a cada dia. Quantos aqui desejam que Jesus limpe seu coração? Então, nesse momento, peça perdão Dele e receba-o em seu coração.


Rafaela Coronel

Título: Dramatizando História Bíblica Para Crianças – Não Toque!

Autor: Rafaela Coronel (todos os textos)

Visitas: 0

457 

Comentários - Dramatizando História Bíblica Para Crianças – Não Toque!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios