Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > Diagnóstico Da Fé: Cuidado Com A Fraqueza Espiritual

Diagnóstico Da Fé: Cuidado Com A Fraqueza Espiritual

Categoria: Evangélicas
Visitas: 2
Diagnóstico Da Fé: Cuidado Com A Fraqueza Espiritual

“E, contudo, andais vós ensoberbecidos e não chegastes a lamentar, para que fosse tirado do vosso meio quem tamanho ultraje praticou?” (1 Coríntios 5.2)

A fraqueza espiritual se implanta no momento em que a pessoa deixa a sua humildade de lado e passa a viver na soberba que é o orgulho. Muitos caem no pecado justamente por achar que conseguem por si só vencer este mundo, isto é, creem que pela sua capacidade intelectual, seu título na igreja ou seu período de igreja o farão vitorioso sobre o inferno.

Negativo! O que nos faz vencer o pecado que causa a fraqueza espiritual é a humildade espiritual. No momento em que a pessoa deixa de se humilhar diante a presença do Espírito Santo o seu corpo espiritual passa a apresentar brechas onde a fraqueza começa a surgir.

Tome muito cuidado com o pecado porque ele é como um vírus onde você não percebe, mas que aos poucos vai destruindo a sua vida. É primordial o diagnóstico de sua vida espiritual a fim de encontrar qualquer raiz negativa que o impeça de se aproximar do Espírito Santo.

Não se una a este mundo e sim seja humilde para conhecer mais de Deus. Quais são as fraquezas espirituais que existem? Podemos citar algumas abaixo:

Dúvida: É a origem principal de qualquer fraqueza espiritual. A pessoa recebe dúvidas todos os dias tendo a liberdade de aceitar ou não. Porém, quando a pessoa está mal em sua fé cegamente acaba por aceitar a dúvida e assim atrai todas as outras fraquezas espirituais para a sua vida porquanto a dúvida provém do diabo.

Falta de Prioridade Espiritual: A pessoa tem tempo para fazer todas as suas coisas, mas não tem tempo para Deus e quando tem se entrega a Deus de maneira relaxada. Deus não precisa de nós e sim nós que necessitamos dEle.

Muitos estão deixando de ler a Bíblia, de compartilhar a mensagem de Deus, deixando de orar e de se humilhar diante a poderosa mão de Deus para satisfazer os seus outros afazeres. É uma fraqueza invisível que atinge a pessoa aos poucos.

Acomodação: Uma das fraquezas mais piores! A acomodação espiritual ocorre quando a pessoa acha que está tudo bem em sua vida e que não precisa buscar como antes. Crê que por estar dentro de uma igreja, ter um bom cargo e ser realizado em sua vida material lhe dá o direito de ter um crédito a mais com Deus.

Negativo! Pelo contrário, quando pensamos que está tudo bem é porque tem algo errado e que precisamos vigiar para não nos derrubar.

Emoção: E ainda tem o coração enganoso e corrupto para tentar neutralizar a fé e a comunhão da pessoa. Quando a pessoa está fraca na fé começa a agir na base da carne e não mediante o seu Espírito(mente).

Em vez de ficar calada e orar, a pessoa busca reagir e questionar. Reclama de tudo, menos de sua falta de entrega a Deus. Quando esse mal entra o indivíduo passa a murmurar contra Deus e contra todos e sempre reage de maneira precipitada diante os seus problemas trazendo mais sofrimento e dor.


Natanael Genoel

Título: Diagnóstico Da Fé: Cuidado Com A Fraqueza Espiritual

Autor: Natanael Genoel (todos os textos)

Visitas: 2

346 

Comentários - Diagnóstico Da Fé: Cuidado Com A Fraqueza Espiritual

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios