Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > As Manchas Espirituais

As Manchas Espirituais

Categoria: Evangélicas
Visitas: 2
As Manchas Espirituais

“para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito.” (Efésios 5.27)

A igreja gloriosa não é aquela que frequentamos feita por mãos humanas e sim aquela que vive dentro de nós por intermédio a nossa comunhão com Jesus Cristo. Muitos aceitam apenas fazer parte de uma congregação cristã achando que isso é o suficiente para alcançar o reino dos céus em vez de negar a sua vida errada e seguir a vontade de Cristo se tornando a própria Igreja Adornada ansiosa pela vinda do noivo que é o próprio Senhor Jesus. Pensa comigo! Aqui diz a Igreja Gloriosa. Então, é certo que temos que ser gloriosos para Deus não é verdade? Como podemos ser de Deus se não O glorificar em nossas vidas por meio de nosso comportamento e atitude? Temos que viver para a Glória de Deus se de fato queremos ser a Igreja gloriosa que Deus tanto busca receber. Somente entrará no Reino de Deus quem se apresentar diante a Cristo Jesus como Igreja Gloriosa, isto é, sem desonra e fracasso.

Muitos se limitam a fazer parte de uma religião e se esquecem de que somente a entrega sincera a Deus é capaz de salvar a alma do homem. Fazer parte de uma igreja é muito fácil! Todos podem fazer isso, pois a porta está aberta para todos. Agora ser a própria Igreja de Cristo necessita de sacrifício leal no Altar.

Muitos se apresentarão diante de Deus de qualquer maneira ou como diz as Escrituras relaxadamente no sentido da Obra. Assim como você nunca se apresenta diante a uma pessoa especial para você de qualquer jeito não dê o seu pior para Deus. Tenha temor espiritual! Não manche a sua vida com Deus fazendo as coisas de maneira relaxada. Isso serve para todos nós! Enquanto a pessoa não valoriza a sua comunhão com a presença de Deus, todas as áreas de sua vida apresentarão máculas que são manchas.

Nossa vida sem um compromisso fiel com Jesus Cristo é como a terra no início da criação: sem forma, vazia e cheia de trevas. Neste momento te pergunto: Será que vale mesmo a pena viver com uma vida cheia de manchas espirituais? Não. Concorda comigo? Então, tome uma atitude e obedeça a Palavra de Deus! Não aceite ser apenas ouvinte, mas pratique tudo o que Deus determinou por intermédio o Evangelho de Cristo. Siga a voz do Espírito Santo e abandone as paixões do mundo que só servem para nos afastar de Deus. Não é para todos! Seja ousado. Coloque todas as forças para cuidar de seu coração e não permita com que nada envolva a sua fé e te contamine.

O problema de muitos cristãos é a sua ignorância de querer seguir os sentimentos de seu coração enganoso e corrupto desprezando a prática da Obediência ao Evangelho de Cristo. A maioria busca viver as facilidades oferecidas pelas circunstâncias da vida em vez de seguir o caminho que Jesus Cristo ensinou. Tenha uma vida sem mácula! Tenha uma vida longe das manchas espirituais que este lixo de mundo te oferece. Busque viver na santidade do Espírito Santo negando as negatividades e seguindo a Palavra de Deus. Assim como a roupa recebe água, sabão e produtos de limpezas para ficar limpa use as coisas de Deus para limpar a sua alma e dedicar todo o seu íntimo para Deus. Amém?

Você quer realmente viver com Deus? A ordem é se limpar. Cuide do seu interior antes de querer mudar por fora. Se o interior do copo for lavado todo o resto será purificado. Se na sua vida tudo está dando errado é porque está faltando a essência do Espírito Santo para lavar o seu íntimo. Faça a sua parte! Lave o seu coração com Deus.

As manchas espirituais se originam muita das vezes de dentro de nós. Não que nós que estejamos contaminados e sim que por conta do nosso coração corrupto acabamos gerando problemas sem ter razão para tal coisa. Se você acha que a vida cristã é fácil está redondamente enganado! Viver com Cristo é contrariar todas as concepções e visões deste século perdido. É colocar a cara para apanhar. Ser de Deus hoje em dia está sendo cada vez mais difícil, pois para o mundo somos visto como verdadeiros ladrões e bandidos. Para o mundo ser cristão é viver na ilusão. Quem realmente quer ter uma vida limpa longe das máculas espirituais precisa estar muito bem preparado para combater as obras das trevas. Não aceite rugas em sua vida espiritual porque elas servem para te envergonhar e te fracassar. O que são as rugas?

São aquelas coisas visíveis que você comete de maneira errada. É aquilo que você fala, sente ou pratica que muitos enxergam e se constrangem porque era para você ter dado exemplo como cristão fiel. Não envergonhe o Evangelho! Se de fato quer pertencer a uma igreja tenha compromisso também de ser a Igreja Gloriosa e Preparada para o Senhor Jesus.

Portanto, para Deus somos como a Noiva que tanto se alegra por ter chegado o dia de dizer o “Sim” no Altar ao lado do amor de sua vida. Temos que nos apresentar diante a Ele sem nenhuma mancha espiritual ou simplesmente Ele não nos aceitará. Mas alguns perguntam: Deus é amor. Como pode rejeitar alguém? Sim, Deus é amor sem dúvidas. Porém, Deus não pode aceitar algo impuro sendo Ele totalmente puro. Se fosse assim por que Jesus Cristo se sacrificou na cruz? Ele se entregou para que tenhamos a chance de nos purificar pelo sangue precioso derramado pelos nossos pecados. Faça a sua parte!

Tome uma atitude de renunciar tudo o que contamina a sua entrega a Deus e Ele terá o prazer de te receber. A Palavra de Deus não é contraditória. O problema de muitos é querer colocar dificuldades na hora de interpretar. Vamos usar a inteligência do Senhor Jesus e não só ler o que está escrito, mas acima de tudo obedecer. Se Jesus Cristo nos ensina a nos apresentar diante de Deus como Igreja Gloriosa vamos obedecer! Arranque as rugas que são as coisas erradas que você faz diante do mundo. Limpe a mácula que são os sentimentos ruins e pensamentos negativos que você guarda. Nada semelhante ao pecado seja praticado ou valorizado! Santifique a sua vida e glorifique o teu Deus perpetuamente. Amém!


Natanael Genoel

Título: As Manchas Espirituais

Autor: Natanael Genoel (todos os textos)

Visitas: 2

468 

Comentários - As Manchas Espirituais

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios