Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > "Transformers: Dark of the Moon" arrasa bilheteiras

"Transformers: Dark of the Moon" arrasa bilheteiras

Categoria: DVD Filmes
"Transformers: Dark of the Moon" arrasa bilheteiras

O novo filme de Michael Bay Transformers: Dark of the Moon arrasou as bilheteiras por esse mundo fora, com uma receita de 210 milhões de dólares fora dos EUA. Está já na lista das melhores estreias de sempre, mas ainda atrás de Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides no que diz respeito a este ano de 2011.

O terceiro capítulo da franchise Transformers já ultrapassou os valores da estreia do seu predecessor Transformers: Revenge of the Fallen em 51%. A maior receita vem da Coreia do Sul, onde no seu fim de semana de estreia facturou 28 milhões de dólares, seguida da Rússia, com 22 milhões, onde quem foi pode também assistir a um concerto dos Linkin Park, que estão ligados à franchise através da sua música.

A Paramount informou também que grande parte das receitas (70%) dizem respeito à versão em 3D, o que ultrapassa em 66% a de Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides.

Com estreias ainda por realizar no Japão e na China, pode-se arriscar dizer que o filme chegará ao bilião de dólares , o que poderá fazer dele o verdadeiro blockbuster deste Verão.

A malta gosta mesmo de ver robots que se transformam em carros e aviões à pancada… E quem os pode censurar? Eu não, de certeza! "Autobots… Roll out!"



Dr. Artur j. Albuquerque

Título: "Transformers: Dark of the Moon" arrasa bilheteiras

Autor: Dr. Artur Albuquerque (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Comentários - "Transformers: Dark of the Moon" arrasa bilheteiras

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios