Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > As melhores comédias de sempre

As melhores comédias de sempre

Categoria: DVD Filmes
Comentários: 1
As melhores comédias de sempre

Muitos já ouviram a seguinte frase: Rir é o melhor remédio. Sem dúvida que sim, é um remédio para a alma, para o estado de espírito que faz esquecer mesmo que por breve momento, as preocupações aflitivas conduzindo a um estado de alegria. O riso faz muito bem para a saúde, tanto que temos o recurso terapeutico da terapia do riso, o sorriso é muito bom para os músculos da face, assim como o beijo. O estado de alegria ajuda a descongestionar os órgão que são afetados pela raiva, pela ansiedade, pela depressão, quando estamos alegres, o corpo produz hormônios que auxiliam na sensação do bem estar, deixando o semblante mais leve, o que é ótimo para a estética e funcionamento hormonal, facilitando o mecanismo de defesa.

O homem, ao longo da sua caminhada evolutiva, foi criando piadas, introduzindo o palhaço no picadeiro e as comédias.

No gênero das comédias, temos as grandes peças teatrais clássicas, as comédias românticas em filmes, seriados e novelas e também na literatura.

Pode-se dizer que as comédias mais procuradas e assistidas atualmente, são as comédias românticas, a aposta dos seu criadores nesse segmento é muito grande mas se sabe que o público em geral, recebe muito bem. Grandes nomes dos mais conhecidos astros, conseguiram alcançar reconhecimento artístico graças as comédias. Fica assim muito claro que o homem sabe no seu íntimo que a necessidade de rir é importante e que, a leveza que uma boa comédia proporciona estará sempre em voga.

Apesar de saber que são inúmeras as comédias de sempre e, são tantas, que mesmo citando aqui algumas para melhor ilustrar o quanto é fascinante o gênero de comédias, que sem dúvida, não será possível citar todas e tantas comédias que são inesquecíveis e, sem a pretensão de citar por importância, já que todas tem a sua importâancia que é a de divertir e oferecer bons e memoráveis momentos, nos quais toda a equipe envolvida na criação e produção, compartilha conosco sua arte.

Dentre todo esse unverso das comédias de sempre, temos : Apertem o cinto, o piloto sumiu (1980), Tempos Modernos (1936), Quanto mais quente melhor (1959), O gordo e o magro, Banzé no oeste (1974), Se meu fusca falasse (1969).

A arte de fazer comédias foi perpetualizada pelo prazer que elas proprocionam, essa arte se estende a peças memoráveis em toda parte do mundo, nos filmes, sejam de curta ou longa duração, nos artistas anônimos nas praças proporcionado-nos o melhor, a arte de sorrir.


Sílvia Baptista

Título: As melhores comédias de sempre

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 0

702 

Imagem por: yoppy

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 12:15:30

    rir é mesmo o melhor remédio e não há nada melhor que um boa comédia romântica, ao fim de um longo dia de cansaço. não conseguir perceber quem prefere um filme de terror a um filme de comédia. há uma diferença enorme entre rir e gritar. o último filme de comédia que vi foi The Best Exotic Marigold Hotel. conta a história de um hotel moribundo na Índia e os seus mais recentes hospedes.

    ¬ Responder

Comentários - As melhores comédias de sempre

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Superstições Náuticas

Ler próximo texto...

Tema: Barcos
Superstições Náuticas\"Rua
Todos temos as nossas manias e superstições. Não que se trate de comportamentos compulsivos, mas a realidade é que mesmo para quem diz que não liga nenhuma a estas coisas, as superstições acompanham-nos.

Passar por baixo de uma escada, deixar a tesoura, uma porta de um armário ou uma gaveta aberta ou até deixar os sapatos em posição oposta ao correcto, são das superstições mais comuns. As Sextas-feiras 13 também criam alguma confusão a muita gente, mas muitos são os que já festejam e brincam com a data.

Somos assim mesmo, supersticiosos, uns mais do que outros, mas é uma essência que carregamos, mesmo que de forma inconsciente.

Existem no entanto profissões que carregam mitos mais assustadores do que outros, e por exemplos muitos actores não entram em palco sem mandar um “miminho” uns aos outros.

Caso de superstição de marinheiro é dos mais sérios e se julga que se trata só de casos vistos em filmes de piratas, desengane-se. Os marinheiros dos dias de hoje carregam superstições tão carregadas de emoção quanto os de outros tempos.

Umas mais caricatas do que outras, as superstições contam histórias e truques. Por exemplo, contra tempestades, muitos marinheiros colam uma moeda no mastro dos navios.

Tal como fazem os actores, desejar boa sorte a um marinheiro antes de embarcar, também não é boa ideia. Os miminhos dados antes de entrar em palco também servem para o efeito.

Dar um novo nome a um barco é uma péssima ideia para um marinheiro. Dizem que muitos há que não navegam em barcos rebaptizados.

Lembra-se que os piratas de outros tempos utilizavam brincos? Pois isto faz parte de uma superstição. Dizem que os brincos evitam que se afoguem.

Entrar com um pé direito na embarcação é sinal de bons ventos. Tal como acontece com muitos de nós, os marinheiros também não gostam de entrar de pé esquerdo.

Já desde remotos tempos se dia que assobiar traz tempestades. Ora aqui está um mote dos marinheiros, pelo que se assobiar numa embarcação, arrisca-se a ter chatices com o marinheiro.

Verdades ou mentiras, as superstições existem e se manter os seus próprios mitos acalma um marinheiro, então que assim seja. Venham as superstições náuticas que cá estamos para as ouvir.

Já agora uma curiosidade ainda maior. Dizem que se tocar a gola de um marinheiro passará a ter sorte. Será verdade ou foi um marinheiro que inventou?

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:Superstições Náuticas

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: yoppy

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 06:39:27

    Não acredito em superstições de forma alguma.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios