Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > Uma pequena introdução sobre Ana Bolena

Uma pequena introdução sobre Ana Bolena

Categoria: Biografias
Visitas: 2
Comentários: 3
Uma pequena introdução sobre Ana Bolena

Ana Bolena foi a filha de Sir Tomás Bolena, Conde de Wiltshire e de Isabel Howard, herdeira do Duque de Norfolk. Tomás Bolena era um mestre em línguas respeitado e um dos conselheiros prediletos do rei Henrique VII, tendo sido mandado em muitas missões pelo mundo a fora. É muito complicado falar a data de aniversário de Ana, pois não é encontrado em livros paroquiais e os dados atuais são contraditórios.

Acreditam que tenha nascido entre 1500 e 1508. Um historiador siciliano, alegou que em 1600 ela teria nascido em 1499, mas William Roper, herdeiro de Thomas More disse que Ana nasceu em 1513. Também não está certo quando seus dois irmãos vieram ao mundo, mas tudo indica que sua irmã, Maria Bolena, era mais primeira filha do casal Tomás e Isabel.

Os filhos de Maria afirmaram que sua mãe era irmã mais velha. Seu irmão Jorge nasceu em 1503. Quando pequena, era chamada Anne de Nany por familiares.

Ana foi alfabetizada na Holanda, no reino de Margarida, Arquiduquesa da Áustria. Por volta de 1515, foi para a corte francesa onde virou uma das damas de cia da rainha Cláudia de Valois (mulher de Francisco I), onde conheceu e adquiriu o idioma francês e se encantou com a cultura e educação desse país. Esta época se revelaria muito importante na formação do seu ego.

Em fevereiro de 1523, Ana voltou à Inglaterra por pedido do seu pai e entrou como dama de Catarina de Aragão, a esposa do rei Henrique VIII , Maria Bolena, era no momento a amante "legítima". Neste período, Ana teve uma relação com Henry Percy, o herdeiro do Conde de Northumberland, e os dois ficaram noivos em segredo. O casamento foi negado pelo pai de Percy por motivos incoerentes e Ana foi distanciada do reino.Em maio de 1523, estava de volta e no próximo ano, substituiu Maria como amante do rei.

A princípio, Ana o encantou, encorajou todos os avanços de Henrique VIII, mas não gostava de ser a amante, queria ser rainha da Inglaterra. O fato de Maria ter tido com o Rei um casal de filhos o encorajou a vontade de se casar de novo para ter filho legítimo, já que rainha oficial não parecia ser capaz de ter um filho homem para a casa de Tudor.


Gabriela Torres

Título: Uma pequena introdução sobre Ana Bolena

Autor: Gabriela Torres (todos os textos)

Visitas: 2

631 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    24-04-2014 às 21:42:06

    Ana Boleraa tinha muita ousadia nos seus comportamentos, apesar de toda a pressão social em que se encontrava. Muito interessante ler a sua história de vida.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    11-09-2012 às 13:47:05

    Ana Bolena... Uma das minhas personagens históricas favoritas e a mais perseverante entre as seis mulheres de Henrique VIII. Nuna época em que o estatuto da mulher estava directamente ligado ao nascimento e ao casamento, sendo que o primeiro condicionava o segundo, Ana Bolena escalou o seu caminho para o topo fazendo uso da sua inteligência e do seu charme. No final, foi a sua ambição que a matou, tanto como a loucura de Henrique.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    09-09-2012 às 19:23:18

    Ana Bolena é uma personagem que me interessa bastante estudar. é intrigante e motivador. Por quem foi impulsionada a juntar-se a Henrique VIII quando este já tinha filhos da sua irmã Maria? Porquê o rei escolheu casar com Ana, se poderia ter optado por Maria, com quem já tinha filhos e podia tentar legitimá-los? Muitas perguntas me sobressaltam. Sem reposta, claro. Gostei do seu texto, embora breve, tal como mencionou no título.

    ¬ Responder

Comentários - Uma pequena introdução sobre Ana Bolena

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios