Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > John F Kennedy

John F Kennedy

Categoria: Biografias
John F Kennedy

O 35º Presidente dos Estados Unidos

Nascido em Brookline, Massachusetts, a 29 de Maio de 1917, John F Kennedy ficou conhecido por ter sido o Presidente dos Estados Unidos da América que lançou o mote de chegar à lua numa década, é considerado uns dos grandes impulsionadores do sucesso do país na área espacial.

É ainda tido como um dos maiores líderes mundiais do século XX. Em 1963, quando preparava a campanha para a reeleição, durante uma visita a Dallas, num desfile em que ia num carro aberto, foi atingido com dois tiros no pescoço e cabeça. Faleceu 30 minutos depois.

Filho de Joseph P. Kennedy, embaixador dos Estados Unidos no Reino Unido na década de 30. Durante a segunda guerra mundial serviu na marinha onde foi condecorado por bravura. Em 1943 foi ferido e reformou-se do serviço militar com problemas na coluna vertebral.
A 12 de Setembro de 1953 casou-se e teve dois filhos.

Estudou na Universidade de Harvard em 1940, formando-se em Relações Internacionais. Começou a carreira política em 1946 sendo eleito pelo partido democrata como deputado federal no estado de Massachusetts, sendo reeleito mais duas vezes, em 1948 e 1950.

A 12 de Setembro de 1953 casou-se e teve dois filhos. Em 1960 concorreu às eleições presidenciais.Venceu e foi designado pelo partido democrata como candidato à Presidência, tendo como principal oponente Richard Nixon. A 8 de Novembro do mesmo ano, após uma campanha renhida, Kennedy venceu por uma diferença significativa.

Foi um presidente que defendeu as causas das minorias e do papel de cada cidadão no país, tendo enviado tropas para o sul para garantir os direitos civis da população negra. De 1961 a 1963 vários países sul-americanos receberam ajudas nos sectores da alimentação e do vestuário, sendo conhecida por a “Aliança para o Progresso”.




Tentou a aproximação com a URSS e uma gradual desmilitarização, para evitar um choque entre as duas maiores potências do mundo, facto que desagradou à indústria de armamento do mundo. Promoveu uma revolução no Governo e na CIA, anteriormente desacreditada pelas decisões dos seus antecessores.


Bruno Jorge

Título: John F Kennedy

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 0

611 

Comentários - John F Kennedy

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios