Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > Gilgamesh

Gilgamesh

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Biografias
Gilgamesh

Gilgamesh foi o 5º rei da 1ª Dinastia de Uruk. Quando os deuses criaram Gilgamesh deram-lhe um corpo prefeito. Shamash dotou-o de beleza e Adad de coragem. Dois terços o fizeram deus e um terço humano. Era forte como um touro selvagem.

Quando Gilgamesh chegou a Enkidu, o seu comportamento foi comentado, pois era uma pessoa muito arrogante. Os deuses criaram um ser semelhante a Gilgamesh para lutarem um com o outro, Enkidu, e assim deixarem as pessoas de Uruk em paz. Quando Enkidu foi criado era um nómada e foi encontrado por Gilgamesh na selva. Enkidu fica com uma mulher para afastar o cheiro dos animais e esta leva-o para a civilização. Gilgamesh e Enkidu chegaram a confrontar-se, mas o segundo perdeu e passou a venerar o primeiro.

Gilgamesh, um aventureiro, decidiu ir a floresta destruir o mal, Humbaba. Gilgamesh e Enkidu pediram apoio ao deus Shamash e este foi concedido. Na floresta, os dois amigos venceram Humbaba, e este morreu.

A deusa Ishtar reparou em Gilgamesh e pediu-lhe para seu marido. Ofereceu-lhe todas as riquezas do mundo, mas nada fez ceder Gilgamesh. Ishtar, cheia de vingança, manda a terra um Touro do Céu, e Gilgamesh e Enkidu derrotaram-no. Em conselho, os deuses chegaram à conclusão que um deles tinha que morrer. Enkidu começa a adoecer e após alguns dias faleceu.

Desolado com a morte de Enkidu, Gilgamesh parte em busca da vida eterna para si. Procura Utnapishtim, alguém que tinha entrado na assembleia dos deuses. O homem-escorpião deu-lhe acesso à montanha, descobre Utnapishtim e este conta-lhe a história.

Os deuses decidem exterminar a humanidade e mandam Utnapishtim construir um barco para abrigar as sementes de todas as criaturas vidas. O dilúvio começou e todos se abrigaram no barco. Após sete dias, Utnapishtim encontrou terra. Enlil, o responsável pela cheia, ficou furioso por terem sobrevivido à destruição. Abençoou Utnapishtim e a sua mulher com a imortalidade.

Resumindo, para Gilgamesh alcançar a imortalidade tem que aguentar o sono durante 6 dias e 7 noites. Contudo, Gilgamesh não aguentou o sono e adormeceu. Utnapishtim não desistiu de Gilgamesh e falou-lhe numa planta que oferecia a juventude perdida. Enquanto se foi banhar, a serpente ficou com a planta. Ele chorou. Quando chegou a Uruk gravou toda a história.


Daniela Vicente

Título: Gilgamesh

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 0

643 

Comentários - Gilgamesh

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios