Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > D. Filipe II de Espanha, I de Portugal

D. Filipe II de Espanha, I de Portugal

Categoria: Biografias
Visitas: 38
D. Filipe II de Espanha, I de Portugal

Filipe II de Espanha, nasceu em Valladolid, a 21 de Março de 1527, filho de Carlos I de Espanha, imperador Carlos V, e de D. Isabel de Portugal, filha do rei D. Manuel I. Durante a sua mocidade teve uma relação com uma dama da sua mãe, D. Isabel de Ossorio.

Em 1543, casou com D. Maria Manuela de Portugal, filha do rei D. João III, e de D. Catarina de Habsburgo. Infelizmente, veio a falecer no parto do primeiro e único filho, o príncipe D. Carlos (que viria a falecer mais tarde). Em 1554, D. Filipe II volta novamente a casar, desta vez, com D. Maria Tudor, a rainha de Inglaterra, que veio a falecer em 1557, sozinha, vítima de cancro nos ovários. Um casamento também muito infeliz, sem descendentes. Conta-se inclusive que estaria apaixonado pela sua irmã, D. Isabel, futura Isabel I de Inglaterra. Em 1560, casou com D. Isabel de Valois, filha de Henrique II e de Catarina de Medicis. Desta relação teve duas filhas: Isabel Clara Eugénia, em 1566, e Catarina Micaela, em 1568. A rainha veio a falecer no mesmo ano. Em 1570, casou, pela última vez, com D. Ana de Áustria, filha do imperador Maximiliano e da imperatriz Maria. Desta relação teve vários os filhos varões (Fernando, Carlos Lorenzo, Diego Félix), mas apenas sobreviveu D. Filipe, futuro D. Filipe III de Espanha, II de Portugal. Também esta rainha viria a falecer antes do monarca, em 1580, quando contraiu uma gripe a caminho de Portugal.

Com a morte de D. Sebastião em 1578, em Alcácer Quibir, D. Filipe II de Espanha, como neto de D. Manuel I, viu-se no direito de subir ao trono português. Embora o povo apoiasse D. António, prior do Crato, filho do infante D. Luís, Portugal não podia bater forças com o enorme exército espanhol. Assim, D. Filipe foi aclamado rei nas Cortes que mandou reunir após derrotar D. António na Batalha de Alcântara, em a 25 de Agosto de 1580. Três anos depois, reuniu novas Cortes para reconhecerem o seu filho como legítimo sucessor do trono.

Marcou o seu reinado, a derrota brutal contra a Inglaterra, 1588, onde a Armada Invencível foi derrotada.

D. Filipe II de Espanha faleceu a 13 de Setembro de 1598, no Escorial.


Daniela Vicente

Título: D. Filipe II de Espanha, I de Portugal

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 38

741 

Comentários - D. Filipe II de Espanha, I de Portugal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios