Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Quer fazer uma Mastopexia?

Quer fazer uma Mastopexia?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Comentários: 8
Quer fazer uma Mastopexia?

A mastopexia é um “palavrão” que designa, somente, uma intervenção cirúrgica para elevar os seios, numa perspetiva de os reposicionar de forma mais correta e agradável. Efetivamente, a exposição ao sol, a amamentação, a idade, o tabagismo, a menopausa e as flutuações de peso concorrem para a flacidez (vocábulo horrível para a maioria das mulheres…!) do peito, a atrofia da glândula mamária e a perda de firmeza. A mastopexia visa, paralelamente, melhorar o formato da mama. Trata-se de uma operação que tem evoluído imenso nos últimos quinze anos, sendo os resultados atuais bastante mais bonitos e estáveis, relativamente ao que se passava anteriormente. Começa por se fazer a marcação que determinará a(s) área(s) a intervencionar, podendo a paciente estar de pé ou sentada. Dependendo do método cirúrgico, do cirurgião, da doente e do próprio anestesista, a anestesia poderá ser geral (mais comum) ou local. Seguem-se as incisões, utilizando técnicas variadas. Sutura-se e, por fim, faz-se o penso.

A cirurgia dura, normalmente, duas a três horas e requer um a dois dias de internamento.

No que se refere à recuperação, o pós-operatório não é, regra geral, muito doloroso e as dores são amenizadas com analgésicos. As primeiras 48 horas são, por norma, as mais complicadas, sendo que a partir daqui o incómodo e os padecimentos vão amainando. Podem usar-se os braços, se os movimentos não ocasionarem dores. Os pontos são retirados uma a duas semanas depois e entre a terceira e a sexta semanas o edema deverá desaparecer.

É expectável que a sensibilidade dos mamilos fique alterada no decorrer dos seis meses iniciais. É possível que se verifique uma diminuição desta sensibilidade (sobretudo em seios grandes) ou, pelo contrário, uma hipersensibilidade. A privação temporária da sensibilidade (a permanente sobrevém em menos de cinco por cento dos casos), a par das cicatrizes (que o cirurgião plástico se esforçará por esconder em dobras naturais do corpo, prevalecendo os problemas de cicatrização mais em mulheres fumadoras e com outras patologias) e a assimetria são complicações hipotéticas da mastopexia.

Este procedimento cirúrgico, que levanta os seios sem interferir com o respetivo tamanho, pode, eventualmente, ser combinado com a mamoplastia de aumento. Não obstante, a realização de “duas em uma”, neste caso, traduz dificuldades acrescidas do ponto de vista técnico, razão pela qual muitos profissionais preferem faseá-las.

O sucesso da mastopexia está intimamente relacionado com a qualidade da “matéria-prima”, isto é, a pele da paciente. A falta de categoria desta é passível de levar ao desmoronamento, literal, de todo o trabalho estético. Sendo assim, há que estar atenta, porque se, de repente, sentir cair qualquer coisa, pode não ser o coração…


Maria Bijóias

Título: Quer fazer uma Mastopexia?

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

811 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 8 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    26-06-2014 às 02:29:59

    A flacidez no abdômen incomoda muito a mulher. Mas, com exercícios físicos e específicos é possível eliminá-la. Requer esforço, dedicação e tem que ser feito todos os dias para gerar o efeito desejado. Constância é a chave do sucesso!

    ¬ Responder
  • DAYSE

    30-10-2012 às 08:09:43

    POR FAVOR, EU GOSTARIA DE SABER O PREÇO DA MAXTOPEXIA. TIVE FILHOS E MEUS SEIOS ESTÃO CAÍDOS..GRATA

    ¬ Responder
  • carolinecaroline

    17-08-2011 às 19:28:57

    tenho 18 anos,e há 2 anos atrás fiz um cirurgia para retirar nódulos na mama. depois disso os meus seios que já eram grandes,ficararam caídos,e além disso sinto muitas dores nos seios,nas axilas e no pescoço e ombros. minha autoestima tá lá embaixo.será que é recomendado fazer uma mastopexia?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoLaryssa

    15-12-2012 às 14:40:07

    Onde vc fez Cibele? em q hospital?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCIBELE

    05-07-2011 às 18:46:21

    Fiz essa cirurgia há uma semana ,foi super tranquilo to me recuperando super bem e amei!! meu seios estao lindos e a cicatriz ta linda super pequena resultado nota 10!!!
    valor de tudo R$8800,00 que valeram cada centavo.Muito feliz!!!

    ¬ Responder
  • jessicajessica

    18-06-2011 às 00:27:17

    oi gostaria de saber o valor da mastopexia e saber se eu tiver outro filho ele vai cair de novo,mesmo sendo operado,meu peito caiu muito depois da gestação.obrigado aguardo resposta
    estou muito insatisfeita com meu peito...

    ¬ Responder
  • estefania domingos dos santosestefania domingos dos santos

    20-02-2011 às 01:15:37

    tenho seio muito caido..gostaria de fazer a cirurgia e saber o valor...

    ¬ Responder
  • franfran

    21-11-2010 às 16:07:11

    gostaria de fazer essa cirurgia.pois dpois da gravidez meus seios ficaram muito caídos.qual o preço da cirurgia?me envia por favor.

    ¬ Responder

Comentários - Quer fazer uma Mastopexia?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios