Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Exfoliante Caseiro

Exfoliante Caseiro

Categoria: Beleza
Comentários: 3
Exfoliante Caseiro

Morango, uva, mel, maracujá, aveia, melancia... Hummm! Nessa explosão de aromas e sabores, a natureza oferece vitaminas e sais minerais que não apenas fazem bem para a nossa saúde, mas também ajudam a manter a beleza.

Pois é, como nós meninas não gostamos de andar com a pele estraga, as receitas da avó podem ser tão eficientes quanto alguns cremes caríssimos. Parece bom demais para acreditar, mas é o que garantem esteticistas e dermatologistas.

“As pessoas costumam pensar que todas as máscaras caseiras dão os mesmos resultados. Ou seja, servem apenas para nutrir a pele. Isso é um grande engano. Graças aos princípios ativos de cada uma, elas possuem indicações específicas”, explica a esteticista Márcia de Toledo. De acordo com a combinação de ingredientes, as misturas caseiras podem servir para limpar, hidratar, acalmar, rejuvenescer ou tonificar a pele. E, claro, custam muito menos do que um creme industrializado.

Esta receita do tempo da avó é a prova de que não é preciso gastar muito dinheiro para ficar bonita.

Baratas e eficientes, as máscaras caseiras podem ser feitas com ingredientes que você tem em casa e o resultado é uma pele bem mais bonita, saudável e sem químicos que muitos dos produtos contêm.

Ingredientes:
1 colher de chá de açúcar mascavo
1 colher de chá de aveia em flocos finos
2 colheres de chá de mel

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes.
Primeiro, lave o rosto abundantemente com água.
Com o rosto ainda húmido, aplique o exfoliante em movimentos circulares e ascendentes, sempre caminhando para a lateral do rosto, no sentido das orelhas e margens do couro cabeludo.

*Receita elaborada por Juliana Neiva, da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Além de fáceis de fazer, eficientes e baratas, as fórmulas naturais têm outra grande vantagem: transformam a sua casa num centro de tratamento estético. A sugestão é aproveitar cada fase do processo, inclusive a escolha dos ingredientes e a preparação da receita.

Máscaras caseiras, feitas com ingredientes que você tem em casa, recuperam a pele e são uma mão na roda para quem quer economizar.

Aproveite a aplicação para se presentear com uma auto-massagem e, em hipótese alguma, adiante algum trabalho, mental ou manual, enquanto espera a máscara fazer efeito.

“Esse momento é uma pausa para cuidar de você, portanto, relaxe!”


Mariana Monteiro

Título: Exfoliante Caseiro

Autor: Mariana Monteiro (todos os textos)

Visitas: 0

632 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãofernandinha

    17-06-2014 às 23:02:55

    Isto e o máximo, mas resulta? alguém já experimentou...

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãocartdsuy

    18-06-2014 às 21:28:49

    sim eu experimentei e resultou muito bem

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoruca

    03-04-2013 às 18:56:43

    grande ideia , ja fiz a minha irma, ...resultou, obrigado pela dica de Exfoliante caseiro.

    ¬ Responder

Comentários - Exfoliante Caseiro

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios