Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > A Pura Beleza Está Em Si

A Pura Beleza Está Em Si

Categoria: Beleza
Visitas: 8
A Pura Beleza Está Em Si

A idade é, por definição e conceptualização mais ou menos vulgarizada, a principal inimiga da beleza. O aparecimento das rugas, dos pés de galinha, não raramente transformados em autênticas patas de peru, dos cabelos brancos, a flacidez crescente, o aumento do tamanho das extremidades, nomeadamente das orelhas e do nariz, e outras modificações decorrentes do passar dos anos constituem, para muita gente, um pesadelo inevitável a evitar a todo o custo. Talvez por isso, sobretudo as senhoras, tenham tantas reservas em responder à famigerada pergunta: «Qual é a sua idade?» Algumas nunca ultrapassam a casa dos trinta, replicando: «Trinta e alguns meses». Mas se lhes voltarem a questionar: «Quantos meses?», a resposta poderá, eventualmente, surpreender: «Duzentos e cinquenta e quatro…»

Não obstante, os homens mostram-se cada vez mais preocupados com o seu aspecto exterior e com a manutenção de uma certa aparência, mesmo quando a meia-idade já descamba para a terceira. Por isso, é possível que o seu marido olhe para o espelho e se ache feio, gordo, acabado, como que a solicitar, indirectamente, um elogio. Pode sempre retorquir-lhe, em estilo de incentivo, que a visão dele se encontra em perfeitas condições…

O peso e o volume integram outro dos “cavalos de batalha” de quem se preocupa com estas matérias da beleza. Por vezes, não se trata de diminuir somente o índice de massa corporal, mas também de reduzir o volume. De facto, em muitos casos, o peso não constitui o problema mais premente, sendo as gorduras localizadas a principal fonte de desconforto e mal-estar. Há situações-limite em que só uma lipoaspiração de magnitude máxima, possivelmente com o recurso a aspiradores de tecnologia industrial, é capaz de resolver o excesso! … Em circunstâncias menos graves, alguma contenção alimentar ou até uma dieta, controlada por nutricionistas (!), são passíveis de produzir resultados satisfatórios. Bem, há pessoas a fazer regimes de duas semanas em que a única coisa que perdem é quinze dias…

O cabelo faz, igualmente, parte dos contemplados do pódio das prioridades de produção da beldade. Possuir uma cabeleira tipo ninho de ratos ou um capachinho a levantar constantemente voo não constará dos padrões predefinidos de excelência! Contudo, há penteados e penteados… Seja como for, quando alguém vai arranjar a sua penugem superior, gosta que reparem e elogiem, e não que façam interrogações parvas: «Cortaste o cabelo?», que só dão vontade de retrucar algo do género: «Não, tirei-o para lavar».

Depois, há também troca de mimos neste contexto da subjectividade da aparência. Se um cavalheiro observar a outro que tinha um bigode igual ao seu mas que, como era horroroso, o rapou, tal afirmação é susceptível de ser entendida como ofensiva. Tomando a palavra, o “bigodudo” atingido pode ripostar que foi por ter uma cara igual à do seu interlocutor, pavorosa portanto, que deixou crescer o bigode…



Maria Bijóias

Título: A Pura Beleza Está Em Si

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 8

612 

Comentários - A Pura Beleza Está Em Si

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios