Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > O Singular Gato American Curl

O Singular Gato American Curl

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 4
O Singular Gato American Curl

O American Curl, distinguido pelas suas originais e engraçadas orelhas encaracoladas (sendo essa característica a base da denominação que lhe foi atribuída) é uma variedade rara de gato doméstico, inclusivamente dentro dos Estados Unidos, de onde é originário. Ao contrário daquilo que se regista com os gatos cuja criação remonta há séculos ou mesmo milénios, a história do aparecimento do American Curl é conhecida, sendo apenas necessário recuar ao comparativamente recente ano de 1981. Corria esse ano, uma família norte-americana acolheu uma gatinha vadia distinta pelas suas peculiares orelhas encurvadas. Nesse mesmo ano, a gatinha, de nome Shalamith, procriou, sendo que metade da ninhada herdara as orelhas da mãe.

Existem vários níveis de curvatura no que às orelhas deste gato diz respeito. Ou seja, as orelhas podem ter uma inclinação ligeira, parcial ou total. Tendo em conta que é precisamente a curvatura da cartilagem das orelhas que distingue esta raça, é natural que a inclinação total seja a mais procurada.

Reconhecido oficialmente como raça de gato pela primeira vez em 1985, é a mutação genética das orelhas que atribui muita da sua singularidade e beleza, contribuindo para esta última característica o pelo semi-longo encontrado numa das variedades deste animal. O American Curl não é um gato de grande porte, situando-se o seu peso entre os 3 e os 5kg. Possui uma longa cauda, com tamanho equivalente ao do corpo, cabeça comprida, focinho com nariz ligeiramente achatado, orelhas peludas no interior e de tamanho generoso.

Os especialistas, criadores e conhecedores no geral desta raça rara de gato americano descrevem-no como um gato de temperamento sensível mas sociável, afetuoso no geral e particularmente com o dono. Ao contrário de diversas raças de gato, o American Curl aceita a presença de cães e de outros gatos, o que revela que não é um gato territorial ou, pelo menos, que não o é em excesso. Esta particularidade fá-lo ser também aberto à presença de crianças, gostando delas, uma característica algo incomum entre os gatos. Bonito, singular e sociável, o American Curl é um gato perfeito para uma família com crianças, onde estejam integrados também outros animais de estimação.

Sofia Nunes

Título: O Singular Gato American Curl

Autor: Sofia Nunes (todos os textos)

Visitas: 4

661 

Comentários - O Singular Gato American Curl

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios